jmahfus@hotmail.com

quarta-feira, 27 de abril de 2011

SOBRE A UFSM EM CACHOEIRA DO SUL

DO DIÁRIO DE SANTA MARIA

Apesar do nome, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) não pertence apenas à cidade Coração do Rio Grande. Nos últimos anos, um bem-sucedido projeto de expansão universitária levou a instituição a instalar campi em Frederico Westphalen, Silveira Martins e Palmeira das Missões. E no que depender da prefeitura e do povo de Cachoeira do Sul e Soledade, os próximos passos da universidade serão na direção do Vale do Jacuí e do norte do Estado.

Cachoeira do Sul está mobilizada para se tornar sede do Campus Descentralizado Centro/Sul, que beneficiaria 23 municípios. Tanto que conta com uma Comissão Comunitária Pró-Implantação, ao redor da qual se traçam estratégias para concretizar o antigo sonho de implantar uma universidade pública na cidade.

O interesse se reflete em avanços práticos. No último dia 14, o pró-reitor de Assuntos Estudantis, José Francisco Silva Dias, o Juca, foi à cidade apresentar uma proposta de expansão. Pelo plano, seriam implantados na cidade o curso de Bacharelado em Ciências Tecnológicas e especializações complementares nas áreas de engenharia Ambiental, Sanitária, Aquicultura e Alimentos. Além disso, a unidade contaria com os cursos de Gestão Comercial, Financeira e de Alimentos, e licenciaturas em Matemática e Física. Mas para que este plano se torne realidade, o município teria de encontrar um local para instalar a unidade provisoriamente e, mais tarde, construir um campus.

– Os projetos de extensão exigem que haja uma infraestrutura mínima, como uma escola. Eles já estão avançados nesse sentido. Estão negociando o uso do Colégio Marista Roque e a prefeitura está atrás de um terreno para a construção do campus – conta o pró-reitor.

O projeto tem de ser avaliado pelo Ministério da Educação (MEC). Se aprovado, passa para a análise dos conselhos universitários, que decidem se há condições de instalação da nova unidade. A prefeitura de Cachoeira do Sul deve enviar seu projeto ao MEC no mês que vem.

Em Soledade – Já o projeto de instalação da Unidade Descentralizada de Ensino Superior do Botucaraí (Udesb), em Soledade, tramita no MEC desde 2010. A ansiedade por uma resposta é grande. No mês passado, membros da comissão pró-instalação pediram que o prefeito Gelson Renato Cainelli tentasse uma audiência com o ministro Fernando Haddad para saber do andamento do processo. O campus beneficiaria ao menos 16 cidades do norte do Estado.

FONTE
tatiana.dutra@diariosm.com.br
http://www.clicrbs.com.br/dsm/jsp/default.jsp?uf=1&local=1§ion=38&action=noticiasImpressa&id=3288529&edition=16986

Nenhum comentário: