jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tons de Cinza ( Coluna de hoje no JP )



Já tinha escrito por aqui um tópico sobre o livro. É o hit da primavera. Seja aqui, em POA ou em SP, o assunto entre as mulheres é o mesmo: o livro "Cinquenta tons de cinza". Quem não leu, ainda irá ler. Outro fato interessante é que independe da idade das mulheres. Apelidado de “pornô para as mamães”, na verdade atingiu todas as faixas etárias. Um simples post no meu Facebook gerou mais de 40 comentários em um final de manhã de sábado. Não nego. Eu li. E não achei nada de mais. O que me intriga é o porquê de toda a discussão. Preliminarmente me parece que as mulheres estão sim insatisfeitas com os homens. E em todos os sentidos. Muitos passam as noites fora de casa, quase que durante toda a semana, sejam em reuniões ou em simples jogos de futebol. E elas ficam abandonadas em casa, cuidando dos filhos e muitas vezes acumulando afazeres domésticos. Isso não significa que estejam propensas a trair. Mas desejam ser desejadas. E em especial, por aqueles que escolheram viver, senão por toda a vida, por um bom pedaço dela. Percebo isso nas conversas. Achar que as mulheres de hoje não possuem desejos além daqueles tradicionais é desconhecer a realidade feminina. A sexualidade deixou de ser um tabu. E passou a ser sim um assunto de interesse latente. Compreender isso passa a ser essencial. E talvez isso explique por que elas desejem tanto um Cristian Grey... 
TrilogiaPara quem não está inteirado sobre o assunto na verdade trata-se de uma trilogia: "Cinquenta tons de cinza", "Cinquenta tons escuros" e "Cinquenta tons de liberdade". E a autora é E.L. James.
Outras obrasPara quem se interessa sobre o tema, existem clássicos que para o meu gosto possuem uma narrativa mais interessante. Estou falando de "História de O", "Delta de vênus" e dos clássicos "Relações perigosas" e "Anti-Justine".
E-booksPara quem gosta de ler na cama com seu net ou tablet, editoras americanas e brasileiras relançam clássicos no formato digital. O mercado percebeu que no nicho erótico o e-book é um bom produto. 
Vários tonsAs mulheres não são iguais. E seu universo é muito instigante. Recomendo o livro "Como ser mulher", que há pouco foi traduzido para o português. Nele, Caitlin Moran discute vários assuntos do universo feminino, de seus 13 anos até a idade adulta.
E os homens?Nessa coluna, que virou quase uma ode ao feminismo, reputo que para nós cabe o papel de estimular a mulher a compreender a sua sexualidade, oportunizando que a mesma seja honesta no que realmente quer e naquilo que espera de seu companheiro. Esse passa a ser o novo papel. Deixar de ser machista, nunca é fácil para nós.
HilárioDentro de todo esse sucesso, o que mais causa espanto é que de uma hora para outra os acessórios eróticos praticamente desapareceram das grandes redes. O sucesso é tanto que até as lojas de ferragens, na Inglaterra, atestaram um aumento de 20% no volume de cordas vendidas, depois do sucesso do livro. 
O sucessoAs mulheres procuram homens (aquelas que procuram) que realmente as satisfaçam em todos os sentidos. Um macho-alfa. As mulheres se envolvem muito mais pelo que ouvem do que pelo que veem. E é isso que acontece na história.
Queima de livros
Nunca vi nada democrático resultar da queima de livros. Em Ohio, homens queimaram exemplares dizendo que suas mulheres só querem saber dos livros e deixaram de lhes dar atenção. Não seria o contrário?
LivrosIndependente se o livro é bom ou ruim, o que importa é que conseguimos atrair mais leitores. Sempre vejo dessa maneira. Seja por E. L. James ou por Paulo Coelho. O importante, nesse momento, é fazermos as pessoas gostarem dos livros.
 

domingo, 28 de outubro de 2012

PDT

Ainda é cedo para falar de alianças. Mas não acredito, hoje, em uma composição PDT e PMDB. Ainda mais se o PMDB for cabeça de chapa. Até porque em caso de sucesso, seria muito difícil para Fortunatti ser candidato em 2018.

Aposto ainda numa composição com o PT, com os trabalhistas indicando o vice. De resto, é charminho. Não abrirão dos cargos e dos espaços que ocupam no governo estadual.

BENTO GONÇALVES


Centenas de pessoas protestam na frente da prefeitura de Bento Gonçalves, no final da tarde desta sexta-feira. O ato foi organizado pelo Facebook.

Os manifestantes empunharam cartazes e utilizam apitos e cornetas. Um carro de som também é utilizado. Eles pediram esclarecimentos sobre a suspeita de desvio de verba pública na administração municipal.

O rombo teria ocorrido na Secretaria Municipal de Finanças. O Ministério Público (MP) e o Tribunal de Contas do Estado investigam o caso.

Em entrevista na manhã desta sexta-feira, o prefeito Roberto Lunelli atribuiu a ex-secretário e ex-contadora a responsabilidade por problemas na Secretaria de Finanças.

Talvez espere que a justiça lhe dispense o mesmo tratamento que foi dado a Lula, no caso do mensalão.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Menos um combatente



A partida do Tiago Jaime Machado, deixará a cidade mais conservadora que ainda é. Lembro dele chegando, no ano passado. Sempre com um lenço "palestino", tapando o rosto, todas as vezes que os fotógrafos dele se aproximavam. O Ferrony, seu irnão de fé, dizia que estávamos diante de uma usina de idéias.

Realmente é assim que eu o enxergo. E talvez seja isso que a cidade não tenha compreendido. Um homem com idéias diversas, algumas revolucionárias. Mas como eram muitas, as pessoas por certo não conseguiam se apropriar a tempo de efetivar as ações que eram necessárias. Essa lógica do tempo, para quem mora em grandes centros, é diversa aqui no interior. Tudo em nossa cidade é mais lento. Leva mais tempo, para ser executado e entendido.

Mas isso não faz dele e de suas idéias um derrotado. Pelo contrário. É um vencedor. Foi capaz de plantar sementes em um solo árido. Conseguiu inclusive, conceber um coletivo de bicicletas, que está aí vivo e pulsando e que por certo assim continuará por muito tempo. Tivemos, mesmo fugazmente, uma rádio alternativa, que embalava as nossas noites, com músicas e programas que mexeram com a cabeça da gurizada.

O centro de inovação social merecia mais tempo. Levou-se um tempo para se entender bem o que era aquilo. Muitos pensavam que era um lugar para se beber e se divertir. Quando na verdade aquilo foi concebido para ser um local de discussão. Mas os jovens que por ali chegavam não entendiam muito bem isso. Tipo " como assim ler? não tem bebida? então larguei"...infelizmente ele se deparou com isso...E a idéia de um estúdio comunitário, acabou nem saindo do papel...

Ser um anarquista em um tempo que os jovens ingressam na política, não por idealismo, mas por dinheiro, é difícil. Isso por certo frustra. As pessoas não sabem o que querem. O sentimento dele por certo não é de decepção. Mas de alívio. Voltou a sua terra. Viveu em condições precárias. Fez o que tinha que ser feito. Voltar para SC é voltar para a luta. Até porque ela não é territorial. É globalizada. E por certo, donde quer que se esteja, as palavras e as ações serão sentidas. Gostaria e muito que permanecesse. Ajudei naquilo que pude. E tenho certeza que fará muita falta por aqui.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Toma lá, da cá!


Quando li não acreditei. Até porque acho que conheço Neiron o suficiente. Mas fiquei estupefato, porque o mesmo não desmentiu. Ora, em semana de condenações exemplares aos caciques petistas no mensalão, iniciar uma política rasteira de distribuição de cargos para vereadores a fim de conseguir maioria legislativa é por demais temerária. Como já estive do lado de lá do balcão, sei exatamente que de nada adianta dar CCs a vereadores isoladamente. Se conquista aliados, com uma política de convencimento programático. E deve-se buscar o apoio partidário. Nunca o apoio isolado. E por uma razão óbvia: na hora do pega eles sempre deixam o governo na mão. Acima de tudo, no entanto, espero que o governo reflita sobre os motivos de sua vitória e não caia na tentação da velha política. Na minha concepção, o melhor é compor com a sociedade. 

Perguntinha
Quando a população elege alguém, deixam outros na oposição. Por que então, agora, todos querem entrar para o governo? O nome disso é falta de vergonha.
GG II
O atual prefeito foi decisivo na vitória. Por isso, manterão o núcleo duro. O problema disso é que teremos uma continuidade de governo. E os erros de GG serão de Neiron, também. Portanto, sem blindagem.
MinoriaA eleição do PT acirrará o sentimento antipetista na cidade? Depende. Mas não podemos esquecer que teremos 53.000 eleitores, potencialmente contra o governo.
OposiçãoPP deverá ser, junto com o PMDB e PSDB, oposição. Espero que o façam de forma inteligente. Apoiando as boas ideias e fiscalizando de perto as ações administrativas. E esse é um papel por demais relevante e importante para a sociedade.
Ficha Limpa
Não foi só a Justiça quem aplicou a lei. A sociedade também fez a sua parte. Foram eleitos, na grande maioria, no Brasil, candidatos que não tinham nenhuma mácula em seu passado.
Erro fatal
Ao silenciar sobre a panfletagem e ao permitir que se distribuíssem cópias de uma coluna, Trojahn perdeu a eleição. O eleitor do centro da cidade o abandonou e optou por quem apenas apresentou propostas. Tremenda burrice.
Primeiras ações
Coleta de lixo, transporte coletivo e UFSM serão os primeiros temas que o governo eleito irá se debruçar. Sobre os dois primeiros, o respeito às mais caras tradições petistas implicarão em transformações.
ProfessorMais uma data sem nada para comemorar. Aliás, o prefeito eleito pouco falou sobre o tema. Espero, no entanto, que não faça como seu companheiro Tarso e pague o piso ao magistério municipal. 
MarlonCertamente o sentimento de traição que permeia as hostes pedetistas retirará o deputado de sua zona de conforto. Aliás, pegou muito mal o apoio duplo. Um meramente institucional ao Trojahn e uma forte investida em favor de Neiron, às escondidas. Ficou feio para ele.
OscarA derrota nas eleições majoritárias demonstrou que o mesmo possui um teto. E se não fosse a parceria com o PP, sua derrota poderia ser mais significativa, porque nos bairros mais pobres, onde se pensava imbatível, perdeu para Neiron.
BalardinO discurso radical não emplacou. As pessoas estavam satisfeitas com o governo. Aliás, já havia dito isso por aqui. Para mim GG era imbatível.
LucianoPerdeu mas venceu. Cansei de ouvir que era o candidato mais preparado de todos. Não conseguiu transformar sua popularidade em votos. Mas a sua ética, antes e agora, quando reafirma sua condição de oposição, o cacifa e muito para 2016.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Coluna de Segunda no Jornal do Povo



O que esperar do PT?

Tenho absoluta certeza que no governo petista de Neiron e Mariana não faltará honestidade, transparência e respeito à crítica. Essa é antes de tudo uma característica deles. O que tenho notado e muitas pessoas também comentam, é que o governo parece já nascer velho. A transição antecipada tem feito que Neiron passe a responder por problemas do atual governo, nos quais ele, em tese, não possui nenhuma ingerência. Como no caso do plantão do SUS. Isso não é bom. Essa exposição desmedida e essa ânsia em assumir e apresentar soluções importa, necessariamente, em ter que dar continuidade a um governo que terminou em outubro de 2011, quando GG disse que não concorreria à reeleição. Quando chegar janeiro, não teremos nada de novo. Apenas um GG II. E isso fica cada vez mais evidente quando o prefeito, inteligentemente, repassa os problemas para os “novos administradores”. Erra, novamente, o prefeito eleito. Ainda mais quando permite que um quadro importante seu assuma cargo de CC em final de governo. Salvo se pretende continuar com tudo o que está aí.
Mariana
Tenho uma expectativa muito grande em relação a ela. É, em minha opinião, o melhor quadro petista. E a vitória nas eleições passou e muito pelo seu nome. Muito pelo fato de ser mulher, mas também pelo seu trabalho de base. Vai longe! E sempre com a minha torcida.
UPA
Até agora, onde houve sua instalação, apenas gerou problemas. Em Vacaria, por exemplo, onde meu irmão por lá trabalhou na sua implantação, a crise é permanente. Assim como em POA, na zona norte. Portanto, não se espere muito...
Voluntarismo
Essa do GG e de seu filho se disporem a fazer trabalho voluntário na UPA foi de doer. Saúde é coisa séria. E não se admite amadorismos. O certo é que Neiron não precisa desse fantasma lhe assombrando.
Saúde
Inicia-se a resolução dos problemas com trabalho de base. E o primeiro passo é remunerar decentemente os médicos. Só assim os atrairemos para a nossa cidade. O segundo é evitar que o paciente percorra três vezes o sistema. Isso se faz com informatização. E a médio prazo.
Lixo
Tenho expectativa positiva nesse item. Por certo, teremos enfim um plano municipal de resíduos, que implicará por certo em economia aos cofres públicos. E que a parceria com os catadores seja ampliada e melhor sistematizada.
Transporte coletivo
Esse será o grande nó da nova administração. Já em 2013 precisará notificar a TNSG de sua intenção em licitar. Isso todos fariam. Tenho curiosidade em saber de que forma isso será feito e qual o modelo que irão apresentar. Não vejo nos quadros atuais gente capacitada para tal. E se errarem, a discussão judicial será interminável.
Agricultura
Esperamos e muito desse governo, nesse ponto. E espero uma atenção especial aos novos segmentos que surgem, em especial à fruticultura. Diversificar e propor alternativas são uma tarefa importante no processo.
Alerta
Verbas federais sempre dependem de contrapartida. E parem de falar em setor de projetos. Isso é uma falácia. O que se precisa é uma política de projetos, comandada por um secretário de planejamento decente. Só assim os recursos virão. Sejam dos ministérios ou de emendas parlamentares.
Governança
Se quiser inovar, realmente, seria importante criar uma nova secretaria gerenciadora dos programas de governo. Um gabinete de gestão, com caráter multidisciplinar facilitaria e muito o acompanhamento de todas as metas traçadas.
Legislativo
Por fim, espero que a relação seja ética e transparente. E que a base seja conquistada de forma programática. Isso se faz com o ingresso dos partidos no governo. E não com simples troca de favores.

sábado, 20 de outubro de 2012

As mulheres mudaram



Fico impressionado, ainda hoje, que os homens não percebam as mudanças do tempo. Muito embora lidem com IPHONES, IPADS e outras bugigangas eletrônicas, não pararam para analisar que os interesses das mulheres mudaram. Há muito tempo. Mas com uma velocidade ainda maior, nos tempos atuais.

Se antes elas se interessavam por relacionamentos duradouros, hoje elas até podem continuar pensando nisso, mas desde que possam desfrutar da liberdade. Sim, esse se tornou um substantivo muito caro para a mulher moderna. Claro que isso está intimamente ligado a sua independência econômica. Quanto menos depende do companheiro, mais livre ela é e quer ser.

Mas de que liberdade estamos falando? Bem isso depende do grau de maturidade da mulher e da relação em que ela está mantendo no momento. Mas posso garantir que ela vai do simples prazer de gastar o seu dinheiro onde bem quiser, de sair com as amigas sem o companheiro ou até fazer sexo casual. Não acredita? Pois eu conheço inúmeras mulheres, que hoje estão solteiras por opção (ou por falta de). Não suportam relacionar-se com alguém que venha a lhe tolher a sua liberdade e seus desejos mais íntimos. O sexo casual é sim uma opção cada vez maior das mulheres independentes. Sejam casadas, noivas, namoradas ou solteiras. E será assim daqui para frente. 

Aos homens restará entender esse novo fenômeno libertário. E se resolver não entender, encontrará cada vez mais mulheres solteiras...Ou quem sabe cada vez mais mulheres, tendo como companheiras, outras mulheres. Pois como me disse uma amiga, homem é um bom objeto sexual, mas nada como outra mulher para ir a uma loja, comprar maquiagens e até chorar no cinema...São os sinais dos tempos. E para muitos, o prenúncio do fim do mundo.