jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

COLUNA DE SEGUNDA DO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Fico pensando se Ana Amélia(PP) e Dilma(PT), por exemplo, resolvessem disputar uma eleição em Cachoeira do Sul. Os “gênios” daqui, diriam, por exemplo, que as mesmas deveriam pensar duas vezes em concorrer. Quanto mais em uma eleição majoritária. Foi isso que um cidadão e empresário, dos mais qualificados, ouviu de alguns “dirigentes” partidários, ao oferecer seu nome para concorrer nas próximas eleições. Talvez isso explique em muito a mediocridade da política cachoeirense. E a nossa quase nenhuma chance de elegermos mais de um representante nas próximas eleições. Feudos se estabelecem e neles ninguém entra. É a política do quanto pior, melhor.

PERGUNTINHA
Se Ronaldo Trojhan, não obter sucesso em sua eleição para deputado estadual, devolverão a ele a Secretaria de Obras ou Acélio Muratt é mesmo o titular, a partir de agora, da pasta?

PAIM
Qualquer um, antes de iniciar a campanha, apostaria que Paulo Paim seria a barbada do pleito. Pois não é. As pesquisas demonstram uma paridade entre os três, com uma ligeira desvantagem para o senador petista. Se não se eleger, depois de todo o trabalho que fez no Senado, realmente teremos que desacreditar de vez da política.

A ONDA VERMELHA
Depois da conquista história do Inter e da virada espetacular da Dilma, apontando para vitória no primeiro turno, talvez Tarso Genro se aproveite do momento, e da onda vermelha, para liquidar a fatura já no primeiro turno. Isso só não acontecerá se Yeda crescer em cima dos indecisos. Embora, muitos petistas, torçam contra ele.

MARIANA CARLOS
Embora não seja midiática, é impressionante o número de pessoas que elogiam a vereadora e o seu trabalho de base. Ainda lhe falta certa experiência no embate parlamentar, mas já pode ser vista como a grande surpresa dessa legislatura. E quiçá uma nova liderança política na cidade. Estamos precisando.

CAPS
Parabéns ao GG pela iniciativa e pela coragem de implementar tão importante centro. Está de parabéns, também, a Eunice, cada vez mais titular da pasta. Agora, o brilho maior deve ser destinado a Dra. Giani Saadi, essa sim a grande batalhadora pela saúde mental em nossa cidade.

ELAS, AS MULHERES
A deputada Manuela, do PC do B, desponta, em todas as listas de apostas, como aquela que fará o maior número de votos para deputado federal no RS. Assim como Juliana Brizola, do PDT que de longe, será a mais votada na legenda para deputada estadual. São indicativos. Nada mais que isso.




IBOPE
Segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, Dilma chegou a 51% das intenções de voto, um crescimento de oito pontos porcentuais em relação ao levantamento anterior do mesmo instituto, feito às vésperas do início da propaganda eleitoral. Desde então, Serra passou de 32% para 27%. Marina Silva, do PV, oscilou de 8% para 7%. Somados, os adversários da petista têm 35 pontos, 16 a menos do que ela.

PT E PSDB
Nada acontecendo de extraordinário à política nacional será comandada por PT e PSDB, ficando o PMDB como fiel da balança, ou seja, aquele que ocupará os principais cargos do país. Os demais partidos, serão cada vez mais coadjuvantes desse processo.

CURIOSIDADE
Lembram do pagodeiro Netinho? Pois bem, ele é vereador em SP pelo PC do B. Agora concorre a uma vaga de Senador e já suplantou Romeu Tuma e está empatado com Orestes Quércia, pela segunda vaga. Mais uma surpresa de Lula?

domingo, 29 de agosto de 2010

SERRA PARA PREFEITO?

Olhem o texto de Gilberto Dimenstein:

Para ver o grau de desânimo dos tucanos, reforçado a cada pesquisa como a do Datafolha divulgada hoje, basta saber que cresce uma conversa reservadíssima entre lideranças paulistas do PSDB. Discute-se a possibilidade de José Serra preparar-se para a próxima eleição para prefeito de São Paulo.

Seria sua chance de se manter na política --e, quem sabe, um nome forte para evitar que o PT volte ao poder na cidade.

De acordo com a mais recente pesquisa Datafolha, Serra já perde não só no Estado mas também na cidade de São Paulo, onde foi governador e prefeito. Nessa onda, lideranças tucanas passaram a temer uma ida de Aloizio Mercadante para o segundo turno. Marta Suplicy deve se eleger com certa facilidade para o Senado.

Isso tudo significa que o consórcio PSDB-DEM na cidade de São Paulo está correndo risco, até porque não tem, por enquanto, um candidato forte. E aí que, nessas conversas, aparece o nome de Serra.

Duvido que ele tope, seria um terrível fim de linha e a cidade merece mais do que isso. Mas, em política, nunca se sabe. Seria, ironicamente, a única forma de ele cumprir o que assinou no papel: ficar quatro anos na prefeitura de São Paulo.

TEXTO DE SÉRGIO MALBERGIER

No final, Lula, Dilma e PT serão os grandes beneficiados políticos do capitalismo brasileiro.

Um casamento feliz, consagrador, que diz muito da nossa esquerda e do nosso capitalismo. E de nossa inclinação à acomodação.

A disputa sempre foi pelo centro. O PSDB descobriu isso primeiro e levou por oito anos. A democracia brasileira, muito funcional até agora, depois colocou Lula e PT no poder quando eles também foram para o centro.

O que Lula e PT agregaram ao capitalismo brasileiro foi a imprescindível consolidação do consenso em torno dele. Um valor bem medido pelos grandes termômetros econômicos de um país com nosso grau de abertura: Bolsa e câmbio.

Se a "ameaça" da primeira ascensão da esquerda ao poder, em 2002, fez desabar a Bovespa e o real, ambos agora não estão nem aí para a eleição. Ou melhor, sentem-se bastante confortáveis com o resultado das pesquisas.

Há um determinismo cronológico que ajuda a explicar o fracasso da direita nacional: o apogeu do capitalismo por aqui só começaria depois do alinhamento da esquerda. Que está em pleno curso. Como é bonito ver Aldo Rebelo, comunista clássico, ser louvado pelos grandes produtores rurais por sua defesa do novo código florestal.

No capitalismo jabuticaba, heterodoxo pela política, é assim: a defesa dos pilares da economia de mercado às vezes soa mais forte nos alto-falantes da esquerda do que nos da direita.

E há, claro, Luiz Inácio "metamorfose ambulante" Lula da Silva. Pai dos pobres, mãe dos ricos, Lula incluiu todos entre os beneficiados de seus oito anos de glórias. Menos a oposição.

O presidente é o maior cabo eleitoral do país, o Datafolha prova. Mas o é não só por seu carisma e liderança, mas principalmente por ser o maior protagonista do modelo econômico atual, seu maior símbolo.

O voto em Dilma é mais um voto no capitalismo como o conhecemos do que em Lula. Está aí outro grande feito do nosso presidente. E do nosso capitalismo.

AMÉRICA DO SUL

As FACULDADES AMÉRICA DO SUL estão com processo de autorização junto ao MEC, quase prontos. No final do mês de setembro, entre os dias 26 e 27, receberçao a visita dos auditores do Ministério da Educação, em Cabrais, para a chancela final. Desenvolvimento para a região.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O GRANDE DEBATE

Amanha vai ao ar, as oito horas, o programa de debates mais ouvido em Cachoeira do Sul. O horário não mudou. O programa vai ao ar pela rádio vale (1520 AM) e pode ser ouvido pela internet www.radiovaledojacui.com.br

BASE DO PMDB GAÚCHO É DILMA

O candidato ao governo, José Fogaça (PMDB), adotou um discurso de neutralidade em relação à disputa presidencial para que a disputa entre as duas alas não contamine sua campanha.

O ato programado para a quarta-feira foi adiado por Temer para 2 de setembro após conversa com o presidente do partido no Estado, senador Pedro Simon, e deputados da legenda.

Alguns prefeitos defendem o voto "Dilmaça" no Estado: dobradinha entre Dilma e Fogaça.

Um dos líderes dilmistas no Estado, o prefeito de Quaraí (607 km de Porto Alegre), João Carlos Gediel, afirma que houve pressão da cúpula estadual do partido para o adiamento da visita.

Gediel diz ainda que pelo menos 100 dos 140 prefeitos do PMDB no Estado fazem campanha para a presidenciável petista.

Por meio de sua assessoria, Temer negou que tenha havido pedido para cancelar a agenda e informou que, além de se reunir com os prefeitos, vai se encontrar com Fogaça para reafirmar a importância do PMDB vencer a eleição e voltar a governar o RS.

TRE-SP BARRA CANDIDATURA DE PAULO MALUF

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) cassou na tarde desta segunda-feira a candidatura do deputado federal Paulo Maluf (PP), candidato à reeleição, com base na Lei da Ficha Limpa. A decisão do TRE foi tomada por quatro votos a dois.
Maluf tinha sido condenado por Colegiado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo no caso da compra superfaturada de frangos quando era prefeito de São Paulo, em 1995. Agora, Maluf deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para tentar manter sua candidatura a deputado federal.

COLUNA DE SEGUNDA FEIRA NO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Lula foi muito inteligente quando elevou Dilma à condição de candidata. E também quando afastou Ciro e Aécio. Sim, Aécio foi posto de lado por uma jogada inteligente de Lula. Com isso, um confronto plebiscitário entre ele e FHC, sendo que o segundo sequer pode aparecer. Mas por que isso? Pela lógica lulista, Serra não tem nenhum carisma. E assim seria mais fácil para a sua candidata derrotá-lo. São dois candidatos iguais e com uma única e importante diferença: a candidata é a “mulher” do Lula, que escondeu Marisa e Luisa. Viram? E o povo? Ora, gostamos de mitos. E só ela permitiria e permitirá que o presidente seja a estrela da campanha e continue a governar o país, como ele já vem declarando. Alguém mais permitiria tamanha ingerência? Deu tudo certo, até agora. E salvo um desastre, tomarei muitos e muitos refrigerantes às custas das apostas que fiz lá pelos idos de 2009.

Aniversário do HCB
No sábado tive o privilégio de participar da confraternização entre os servidores e médicos do HCB, pela passagem dos 107 anos do nosso hospital. Percebe-se que todos se gostam e se respeitam. E levam a instituição em seu coração. A maior demonstração disso foi o discurso emocionado de Nelson Schirmer, que levou muitos dos presentes às lágrimas. Vida longa ao nosso HCB.

Ausência
Não, não ouvi nenhum comentário. Talvez até tenha passado despercebido. Mas me chamou atenção a ausência do prefeito, que é médico e do corpo clínico, na festa de aniversário do hospital.

Deu na Folha
O deputado Paulo Delgado (PT-MG) enumera os "cinco milagres" da atual campanha: 1) Ninguém é ficha suja; 2) Todo mundo ama Lula; 3) O PSB é capitalista; 4) A direita acabou; 5) O PCdoB tem dinheiro.

DEM e PSDB
É de se louvar a postura oposicionista de Cléber Cardoso (DEM) e Leandro Balardin (PSDB), que continuam atuando firmemente na fiscalização do Executivo. Aliás, foi esse o papel delegado às duas agremiações nas eleições. Fazer o contrário é trair o eleitor.

Campanha eleitoral
Aproveitando o sábado para caminhar e conversar com os amigos no centro da cidade percebi a raiva dos eleitores com os políticos. Aliás, ninguém aguenta mais a cara de pau de alguns “pedintes” de votos, que são terceirizados por candidatos e que têm como único interesse uma vantagem para a próxima eleição municipal. Não se deram conta que é tiro no pé. Para ambos.

STF e o Ficha Limpa
A avaliação de boa parte dos juristas é de que será praticamente empate a votação no Supremo Tribunal Federal da questão do Ficha Limpa. Especialmente no que se refere à validade da nova lei para estas eleições e na sua aplicação retroativa é constitucional. O desempate estaria nas mãos da ministra Ellen Gracie, a única que não deu pistas sobre o que pensa a respeito do assunto.

Marina Silva
A candidata desidratou. Plínio Sampaio (Psol) está angariando o voto dos descontentes mais à esquerda. Ela, por ser “Lula”, não polariza e acaba prejudicando Serra. Como dizem por aí, se é para votar na cópia, então que se vote no original. Decepcionou.

Ensino público federal
O Lulismo vai implantar mais 134 campi de universidades federais no país até 2012. Por aqui, posso garantir que já não estamos mais reféns da UFSM, depois de conversas que mantive com colegas professores.

domingo, 22 de agosto de 2010

A DERROTA DA GRANDE MÍDIA (Texto de Ricardo Kotscho)

A se confirmarem as previsões de todos os principais institutos de pesquisa apontando a vitória de Dilma Rousseff no primeiro turno das eleições presidenciais, não serão apenas o candidato José Serra e sua aliança demotucana de oposição os grandes derrotados. Perdem também, mais uma vez, os barões da grande mídia brasileira.

Foram-se os tempos em que eles faziam ou derrubavam presidentes e se julgavam os verdadeiros donos do poder, os formadores de opinião, os únicos proprietários da verdade. Durante os últimos oito anos, desde a primeira eleição de Lula, não fizeram outra coisa a não ser mostrar em suas capas e manchetes um país desgovernado, sempre à beira do abismo.

Em cada estatística divulgada, procuravam destacar sempre o lado negativo, sem se dar conta de que a vida dos brasileiros estava melhorando em todas as áreas, e os cidadãos eleitores percebiam isso.

Fechados em seus gabinetes e certezas, longe do país real, imaginavam que desta forma ajudariam a eleger o candidato da oposição em 2010. Fizeram a sua parte, é verdade, anunciando uma crise do fim do mundo atrás da outra, batendo no governo dia sim e no outro também, mas não deu certo de novo.

Em reunião da Associação Nacional dos Jornais, a presidente da entidade, Judith Brito, chegou a dizer com todas as letras que, na falta de uma oposição partidária, era preciso a imprensa assumir este papel, como de fato fez. Os líderes demotucanos acharam que isto seria suficiente para derrotar Lula e a sua candidata. Acreditarem que o apoio da mídia poderia fazer a diferença, decidir o jogo a seu favor. Que bobagem!

Até a última semana, antes da divulgação das novas pesquisas, o noticiário ainda alimentava o discurso da oposição numa operação casada contra o governo e a sua candidata. Como a vaca da campanha tucana caminhou inexoravelmente para o brejo, num lance desesperado para tentar virar o jogo, José Serra procurou associar sua imagem à de Lula no programa de televisão. Aí foi a vez dos seus aliados na mídia darem um basta e jogarem a toalha: assim também não…

Quem sabe agora tenham a humildade e o bom senso de reconhecer que acabou a época dos formadores de opinião abrigados na grande imprensa, que perde circulação e audiência a cada dia. Novos meios e novos agentes multiplicaram-se pelo país, democratizando a informação e a opinião.

Ninguém mais precisa dizer o que devemos pensar, como devemos votar, o que é melhor para nós. A liberdade de imprensa e de expressão não tem mais meia dúzia de donos. É um direito conquistado por todos nós.

sábado, 21 de agosto de 2010

DIMA ABRE 17 PONTOS CONTRA SERRA,APONTA O DATAFOLHA

Na primeira pesquisa Datafolha depois do início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, a candidata a presidente Dilma Rousseff (PT) dobrou sua vantagem sobre seu principal adversário, José Serra (PSDB), e seria eleita no primeiro turno se a eleição fosse hoje.

Segundo pesquisa Datafolha realizada ontem em todo o país, com 2.727 entrevistas, Dilma tem 47%, contra 30% de Serra. No levantamento anterior, feito entre os dias 9 e 12, a petista estava com 41% contra 33% do tucano. Marina apareece com 9%.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

TWITTER DO ROBERTO JEFFERSON

Mensagens postadas, hoje, no twitter pessoal do ex-deputado Roberto Jefferson, presidente do PTB, o homem que denunciou o mensalão:

* Eu apoio Serra a pedido do Geraldo Alckmin. Sou Geraldo, não conheço o Serra. Só de ouvir falar.

* Eu encontrei com o Serra duas vezes. Uma na convenção do PTB. Outra na casa do Geraldo Alckmin.

* Serra é responsável pela nossa dispersão. Nunca nos reuniu.

* Aécio: se o Lula derrotar o Anastasia, pois ele não é confrontado, derrotara você. Derrotara a oposição.

* Essa estória do empresariado paulista de fazer Dilma & Geraldo, pode dar Dilma & Mercadante. Ninguém se une contra o Lula. Ele esmagará todos.

* Geraldo: se o Lula desembarcar em São Paulo na eleição, vai ameaçar você. E poderá destruir a última fortaleza tucana. Destruindo a oposição.

* Gente, a continuar essa coisa de cada um por si; se a oposição não reagir ao Lula vai para o pau.

* Em São Paulo, o Lula desembarcará para destruir a fortaleza tucana. Está na cara. E ninguém atira no Lula, o bonzinho.

* Lula está em Minas pedindo votos para Hélio Costa. E ninguém se opõe a Lula. Se Ansatasia perder, o Aécio será um senador isolado.

* O legado de Lula é dele. Não adianta os marqueteiros orientarem Serra para ser o sucessor de Lula. Ele fez o testamento para Dilma.

* Todos pouparam o governo do Lula de críticas. Mesmo quando Lula mente. E ele mente muito.

* Lula surfa nas ondas do momento econômico construído por FHC. Mas o marqueteiro da campanha do Serra não quer que FHC apareca.

* A oposição não tem rosto. O PSDB nacional escondeu FHC. O PSDB regional esconde Serra.

EDUARDO MACLUF

O vereador do PP de Pelotas, Eduardo Maclluf já está participando das reuniões da pasta de Ciência e Tecnoloiga. Vai assumir a Secretaria dentro da cota do PP. É o partido dando chance as novas lideranças.

A CADA PESQUISA AS COISAS PIORAM MAIS

Agora, os marqueteiros de Serra terão que lidar com as enquetes que circulam pela internet. Elas fazem a seguinte provocação: SERRA AINDA TEM CHANCE DE LEVAR A ELEIÇÃO PARA O SEGUNDO TURNO? Acho que nada pode ser pior do que isso, para um candidato.

...E MAIS UM TRENZINHO

Projetos de lei encaminhados ao Congresso pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pela Procuradoria-Geral da República podem ressuscitar a política do gatilho salarial, mecanismo vigente na época da inflação por meio do qual os salários eram reajustados automaticamente com base em índices oficiais.
Atualmente, para conseguir um aumento, o Judiciário e o Ministério Público têm de encaminhar projetos ao Congresso. Nas propostas enviadas na semana passada, no entanto, foi incluído um dispositivo segundo o qual a partir de 2012 o reajuste seria feito por um ato administrativo com base na variação do IPCA.
Na justificativa do projeto, o STF afirmou que o mecanismo "dispensará a necessidade de remessa anual de projetos de lei ao Congresso Nacional, o que tornará o processo legislativo mais célere". "Terá por base índices anuais projetados pelo governo federal", diz o projeto que propõe o reajuste dos salários dos ministros do STF dos atuais R$ 26.723 para R$ 30.675.

Cascata. Se a proposta for aprovada pelo Congresso, além do gatilho salarial, ela provocará um aumento em cascata nos salários dos magistrados e do funcionalismo público em geral. Isso ocorre porque a remuneração dos ministros do STF é o teto para o serviço público. Toda vez que ela é reajustada, ocorrem aumentos em todo o funcionalismo.

Há previsão de que o projeto terá impacto de pouco mais de R$ 2 milhões no âmbito do STF e de R$ 446,7 milhões no Judiciário da União.

TRENZINHO DA ALEGRIA

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu que os magistrados federais devem ter as mesmas vantagens que já são garantidas a integrantes do Ministério Público Federal (MPF).

Por detrás dessa medida com fisionomia técnica, há uma ampliação de privilégios. Em consequência da decisão, assim como os membros do Ministério Público, os juízes, que já gozam de dois meses de férias por ano, poderão "vender" 20 dias e embolsar uma quantia considerável a mais por ano.

Além da possibilidade de vender um terço das férias, a simetria entre as duas carreiras garante aos magistrados direito a outros benefícios, como auxílio alimentação, licença-prêmio e licença sem remuneração para tratar de assuntos particulares.

No próprio CNJ há quem acredite que, se a decisão do conselho for questionada no Supremo Tribunal Federal (STF), há grandes chances de a corte suspendê-la. Há uma súmula do STF segundo a qual o Judiciário não tem função legislativa e, portanto, não cabe a esse Poder aumentar vencimentos de servidores sob fundamento de isonomia.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

ATENTADO CONTRA O PRESIDENTE DO TRE-SE

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, Luiz Mendonça, ficou ferido na manhã desta quarta-feira.

O carro do TRE que estava sendo usado por Mendonça foi metralhado por volta das 9h quando trafegava na avenida Beira Mar, no cruzamento da ponte, com direção a Coroa do Meio.

Com quatro disparos, o motorista, identificado como Jailton, está hospitalizado. O presidente do TRE foi atingido com um tiro no ombro e foi levado para um hospital particular de Aracaju.

Luiz Mendonça foi secretário de Estado da Segurança Pública de Sergipe até 2005, quando foi exonerado.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

NO VOX POPULI, DILMA DISPARA NA FRENTE

A candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff, venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje, de acordo com a pesquisa Vox Populi/Band/iG divulgada nesta terça-feira.

Dilma teria 45% das intenções de voto, contra 29% do presidenciável tucano, José Serra, e 8% da candidata do PV, Marina Silva.

Para levar a disputa primeiro turno, a quantidade de votos válidos contabilizados por um determinado candidato deve ser superior à soma dos votos obtidos pelos demais concorrentes.

Os demais candidatos não atingiram 1% das intenções de voto, 5% declararam voto branco ou nulo e outros 12% se disseram indecisos.

A pesquisa estimulada, que mostra os nomes dos candidatos para os entrevistados, foi feita entre os dias 7 e 10 de agosto, após o primeiro debate entre presidenciáveis, realizado pela Band no dia 5 de agosto.

O melhor desempenho de Dilma é na região Nordeste e o pior é na região Sudeste. Em Pernambuco, ela teria 66% dos votos, contra 19% de Serra.

Já o tucano tem seu melhor desempenho na região Sul e o pior, no Nordeste. Em São Paulo, Estado que governou até abril, Serra teria 40% dos votos, contra 33% da petista.

O instituto entrevistou 3 mil pessoas em 219 municípios de todos os Estados, incluindo o Distrito Federal e excluindo Roraima.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 22.956/10. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual para mais ou para menos.

Dilma também aparece na frente na pesquisa espontânea, com 32% das intenções de voto, ainda segundo a Vox Populi/Band/iG.

José Serra aparece em segundo, com 18%, e Marina Silva em terceiro, com 5% das intenções de voto.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não é candidato, foi citado por 3% dos entrevistados. Outros 6% disseram votar nulo ou branco e 34% não sabem em quem votariam.

JUIZA FEDERAL MANDA PRENDER PROCURADOR

A Advocacia-Geral da União pediu Conselho Nacional de Justiça a instauração de um processo administrativo disciplinar contra uma juíza federal de Porto Alegre que expediu ordem de prisão contra o procurador-regional da União, Luís Antônio Alcoba de Freitas. No entendimento da AGU,o advogado público não deve responder por suposto crime de desobediência no caso de descumprir liminar que ordena a realização de serviço ou concretização de política pública. No caso, a juíza determinou a prisão por considerar que não foi cumprida a liminar, contra o Estado do Rio Grande do Sul, que determinava o fornecimento de medicamentos. Segundo informações da AGU, Alcoba teria tomado todas as providências ao seu alcance para que a medida fosse cumprida pelas entidades públicas envolvidas.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

PESQUISA IBOPE

Nova pesquisa IBOPE, mostra uma ampliação da vantagem de Dilma sobre Serra. Na pesquisa Dilma tem 43% e Serra 32%.

COLUNA DO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Sou gremista de carteirinha. Mas acho bonito ver o Internacional trilhando o caminho do sucesso. Mas não me esqueço que isso se deve a Fernando Mirando, que lá atrás ousou desafiar os “donos do Inter”. Lá, naquele período, denunciou a “herança maldita” e projetou um novo clube. Foi dado sequência. E hoje o clube tem orçamento. Ao contrário do meu Grêmio. Por aqui, precisamos fazer a mesma coisa. Necessitamos, antes de tudo, projetar o crescimento que se iniciou no governo passado implicando em triplicação do orçamento. Precatórios até então impagáveis foram pagos. Todos. Talvez esse seja o foco. Ao invés de apenas pensar em economizar, gerar novas receitas seja fundamental. Ainda temos dois anos e quatro meses.

Socorro aos ruralistas?
Entendi bem ou o governo municipal, que se elegeu dizendo que “arrumar as estradas do interior era uma questão de vontade política”, está transferindo a responsabilidade a quem de direito deve ser socorrido?

Farra das diárias
Aqui se critica, mas também se elogia. Senti-me aliviado e ao mesmo tempo orgulhoso de não ver a nossa Câmara nas reportagens veiculadas. Aliás, podemos nos orgulhar da seriedade de nossos vereadores e em especial da condução que Oscar Sartório imprimiu à presidência.

Leasing
Um novo serviço, nesse momento, implica sim em processo licitatório. Até porque não existe mais ineditismo nas teses. Só um detalhe: para que seja possível uma licitação, necessita-se de dotação orçamentária.

Favelas
É impressionante o número de casas que são construídas à beira da BR 153. Executivo municipal precisa ficar atento e providenciar a remoção dessas famílias que estão em risco social e ocupando áreas públicas.

Alessandro Petrucci
Nesse final de semana faz um ano que meu amigo nos deixou. Sempre que escrevo a coluna penso nele, porque muitos dos tópicos eu debatia com o “velho” em nossas tradicionais conversas dominicais pelo telefone. Ao menos enquanto eu escrever por aqui, homenagear-lhe-ei, com uma singela citação para que não o esqueçamos.

Dança dos professores
Cortes de regime suplementar e retorno dos professores cedidos para outros órgãos e instituições. Essa parece ser a ordem de GG, com a justificativa de aumentar o repasse do Fundeb. No entanto, até agora, só atingiu quem não é do PMDB ou do PT.

Campanha de Serra
Ao que parece a estratégia Serrista, copiada da última eleição em que Alckmin perdeu para Lula, está 100 % certa: ele também irá perder. Com uma única diferença: perderá no primeiro turno, se não mudar de foco. E precisa, desesperadamente, que os votos de Marina não migrem já no primeiro turno para Dilma.

Caça aos puxadinhos
O programa de georreferenciamento será importante para a cidade. A discutir, o valor pago. E a consequência tributária daquilo. Ou seja: haverá aumento de tributos e em especial para os imóveis que foram “aumentados”. Em uma cidade pobre como a nossa, eu esperava do prefeito que ele diminuísse tributos. Apenas isso.

Saúde
Não conheço a nova secretária. Mas parece que tem sorte e competência. Sorte porque o Estado vai mesmo licitar a UPA e essa é uma grande notícia a ser comemorada. E competente porque colocou como prioridade a implantação de um Caps/AD, o que implica em um combate à drogadição. Mas continuemos vigilantes.

domingo, 15 de agosto de 2010

TUCANOS NÃO SABEM COMO DESCONSTRUIR DILMA

De Luciana Nunes Leal, Blog Radar Político

Com poucas esperanças de chegarem ao início da propaganda na TV empatados com Dilma Rousseff, os tucanos ainda procuram a fórmula do que consideram essencial para alavancar a candidatura de José Serra: desqualificar a petista e mostrar que ela “não se sustenta” sem o presidente Lula. Para os aliados, Serra, apesar da vantagem de Dilma nas pesquisas, não deve mudar o estilo nem o discurso. Também não veem motivos para grandes alterações no roteiro de viagens, coordenado pela senadora Marisa Serrano. A saída, afirmam, é traçar um cenário negativo de um possível governo da ex-ministra. Em outra frente, procuram um meio de enfrentar a “acomodação” dos simpatizantes. A percepção é que os eleitores de Serra não estão mobilizados para conquistar novos votos e não embarcaram no discurso anti-Dilma.

QUASE METADE DOS ELEITORES ACREDITAM EM VITÓRIA DE DILMA

Além de ter se isolado à frente na pesquisa Datafolha para presidente, Dilma Rousseff (PT) ampliou entre os eleitores a percepção de que será a vitoriosa em 3 de outubro. Para 49% a petista vencerá, contra 25% que apostam no êxito de José Serra (PSDB), informa reportagem de Fernando Rodrigues, publicada neste domingo pela Folha.
Há 20 dias, 41% achavam que Dilma se elegeria, contra 30% que apontavam Serra. Segundo a pesquisa do Datafolha feita de 9 a 12 deste mês, a petista tem 41%, e Serra, 33%. A diferença de oito pontos na intenção de voto se converte em 24 pontos quando se trata da expectativa de vitória.

CELSO MELLO ENTRA DE LICENÇA NO STF

A partir desta segunda-feira, o Supremo Tribunal Federal terá mais um ministro fora de combate. Além de Joaquim Barbosa, agora o decano do STF, ministro Celso de Mello, ficará sob licença médica. Vai se submeter a cirurgia nos olhos esquerdo e direito. Com isso, o STF ficará reduzido a apenas oito ministros. Além dos dois, tem a vaga de Eros Grau, que pendurou a toga por atingir a idade-limite de 70 ano. O inistro Celso Mello é um dos juristas mais respeitados do Brasil.

sábado, 14 de agosto de 2010

FICHA-LIMPA E O STF

Em compensação, para examinar a Lei da Ficha Limpa, o STF precisa ser provocado por algum ficha suja. E até agora ninguém se apresentou

TSE E O FICHA-LIMPA

A aplicação da Lei do Ficha Limpa nas eleições deste ano deve passar apertado no Tribunal Superior Eleitoral. Com base em declarações dos ministros em julgamentos e entrevistas, experientes advogados eleitoralistas, incluindo ex-ministros do TSE, avaliam que os políticos fichas sujas serão excluídos das eleições por 4x3, com o voto de desempate do presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandovski

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

MAIS UM FICHA-SUJA LIBERADO

O ministro Arnaldo Versiani, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), liberou a candidatura ao cargo de deputado estadual de Wellington Gonçalves de Magalhães (PMN – MG) considerado “ficha suja” pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE –MG).

Esse é o primeiro caso de ficha suja que é liberado pelo TSE.O Ministério Público Eleitoral (MPE) pode recorrer da decisão. Isso ocorrendo um novo julgamento será realizado, desta vez por todos os ministros em sessão do TSE.

O registro de Magalhães foi barrado pelo TRE-MG por ele ter sido cassado do cargo de vereador em Belo Horizonte por abuso de poder econômico na campanha de 2008.

No pleito, Magalhães foi o segundo mais votado com 14.321 votos, pela coligação PSB-PMN-PP.

Na decisão, Versiani alega, no entanto, que a cassação foi feita por meio de ação de impugnação de mandato eletivo e que a Lei da Ficha Limpa estabelece que somente ficará inelegível o candidato que for cassado por meio de uma representação.

DATAFOLHA PARA PRESIDENTE

No DATAFOLHA, Dilma dispara:

DILMA 41%
SERRA 33%
MARINA 10%

PESQUISA DATAFOLHA NO RS

Os números confirmam pesquisa interna dos tucanos. Em parênteses, os números da pesquisa anterior:

Tarso - 38% (35%)
Fogaça - 27% (27%)
Yeda - 16% (15%)

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

LANÇAMENTO EM BREVE


Sai daqui há alguns dias o livro PROGRAMA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II do Professor Dr. Luiz Paulo Germano. Deverá, por certo, repetir o sucesso do primeiro.

FEIJÓ DESISTE DE CONCORRER

Sai a qualquer momento o pedido oficial que o vice-governador Paulo Feijó protocolará no TRE, desistindo da sua candidatura a Deputado Estadual pelo DEM.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

RENATO GAUCHO

O dirigente Alberto Guerra confirmou por telefone ao clicEsportes na noite desta segunda que esteve no Rio de Janeiro para conversar com o empresário do técnico Renato Gaúcho. A proposta foi feita, e o atual comandante do Bahia dará sua resposta nas próximas horas.

Parece que Koff e Cacalo, decretaram de vez a intervenção no olímpico

COLUNA DO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO

A política como está nos deixa a todos cada vez mais enojados. Por essas e por outras que a eleição que se avizinha não empolga ninguém. Há um ar de vergonha que permeia a todos. Até quem postula o voto. E não é à toa que não vemos adesivos, bandeiraços e até as ditas placas. Ninguém acredita mais nos políticos. Mas o que mais chama a atenção é que nos bastidores eles ainda se jactam de serem alguma coisa. Seguidamente escuto arroubos de alguns idiotas, salientando que são mais que os outros porque foram “votados”. Grande coisa. Na atual conjuntura é de se ter vergonha em algumas situações. Seriam muito mais importantes para nós eleitores que eles dissessem que estão preparados para serem alguma coisa e que poderiam fazer alguma coisa por nós. A cada dia que passa, aquela frase que diz para não elegermos um político para que ele trabalhe me soa cada vez mais verdadeira.

Problemas no STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, está de licença-médica porque tem um "problema crônico na coluna" e por essa razão enfrenta dificuldade para despachar e estar presente aos julgamentos no plenário do STF. No entanto, tem sido visto, constantemente, em festas de amigos ou a se encontrar com eles em um conhecido restaurante-bar de Brasília. Enquanto nós...

Volta da Charqueada

Esta é sem dúvida a primeira grande notícia do ano para GG. Embora este seja um processo já tratado pelo governo anterior, não podemos, em nenhuma hipótese, tirar os méritos da atual gestão em razão de seu empenho. Ponto para o Executivo.

Pesquisa Ibope

Tarso e Fogaça continuam ponteando todas as pesquisas de opinião. O que aconteceu de diferente nessa foi a queda de Yeda. A governadora precisa, até o final do mês, chegar à casa dos 20%, senão vai ficar difícil sua reeleição.

Juro que não entendi

Parece que a nossa política despenca rio abaixo. E a culpa é dos políticos e suas incertezas. Nessa semana, Oscar que já foi Marlon, porque foi menosprezado por Pipa, que já foi GG na esperança de ser secretário da Saúde, abraçou JOG. Quem ganhou com isso? Apenas o deputado, que reforça ainda mais a sua base. E perde a política, por ser cada vez menos séria.

Deputados estaduais

A eleição parece que não existe. Salvo algumas placas na cidade, não existe quase nenhuma movimentação. Isso é bom para os nossos candidatos locais. Quase não teremos candidatos de fora, pedindo votos. Para Marlon, então, nada poderia ser melhor. Deve sair daqui com uma estupenda votação.

Quem venceu o debate da Band?

Ora, quem assistiu percebeu que o único que não tinha nenhum rabo preso venceu. Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) deu um baile em todos. Marina perdeu uma grande oportunidade e Serra e Dilma fizeram o que sabem fazer: serem chatos e cansativos, tentando demonstrar a competência que ninguém discute eles terem.

Grêmio, rumo à Segundona

Duda “Primeiro Emprego” Kroeff faz de tudo, junto com o Luiz “Aposentado” Meira, para derrubar o Grêmio para a Segundona. A começar pela contratação e manutenção de Silas como treinador. É inconcebível que tenhamos virado a “filial” do Avaí, com o aval desses incompetentes. Já colei um adesivo FORA DUDA, em meu carro, assim como centenas de torcedores já o fizeram. No Olímpico, devemos demitir todos, do porteiro ao presidente.

Diminuindo impostos

Assim como não aguentamos mais os políticos, também não suporto mais a ideia de pagar mais imposto. Uma confraria, onde políticos não entram, contratou uma consultoria que realizará um estudo, que abrangerá desde uma pesquisa em todas as residências até um diagnóstico econômico-sociológico de nossa cidade, que tem como objetivo provar que só podemos fazer Cachoeira crescer diminuindo impostos e afastando de vez os oportunistas que se locupletam do público. Aguardem as novidades.

domingo, 8 de agosto de 2010

PENAS MAIS SEVERAS PARA DEPENDENTES QUÍMICOS

Se for aprovado o projeto de lei do Senado de autoria do senador Demóstenes Torres (DEM), que tramita na Comissão de Assuntos Sociais, as pessoas que guardarem drogas, mesmo que somente para consumo próprio, poderão receber pena de seis meses a um ano de detenção. A idéia, porém, segundo o senador, não é a de levar o usuário para a cadeia, mas viabilizar o tratamento de dependentes químicos, já que a pena é pequena e pode ser revertida nesse sentido. "Familiares, educadores e o próprio Poder Judiciário ficaram de pés e mãos atados para internar o usuário. Se ele quiser se tratar arruma-se uma clínica, se recusar o tratamento, nada se pode fazer além de assistir a sua autodestruição", diz Demóstenes na justificação da matéria. O objetivo do projeto é facilitar a internação do dependente em clínica especializada.

FRASES DO LULA

Sobre Dilma: Ela era ‘um animal político não trabalhado’

Sobre Serra: ‘Acho que ele deu azar’ em 2002 e 2010

Sobre Palocci: ‘Devo muito do sucesso do governo a ele’

Sobre mensalão: sem o caso, ‘quadro poderia ser outro’

Sobre FHC: ‘Reeleição produziu uma relação promíscua’

Sobre PT: ‘É muito forte, mas a frente será mais forte’

Sobre PSDB: ‘Acho que eles escolheram outro projeto’

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

DEM-RS

O DEMOCRATAS aderiu em massa a candidatura de Fogaça-Pompeo. Com a presença de deputados federais, estaduais e até do vice-governador. Esta decisão, mesmo que importante, é isolada, no sentido que o partido, em convenção, abriu mão de apoiar oficialmente um candidato.

PESQUISA CNT/SENSUS

Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta quinta-feira mostra a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 41,6% (35,7% em maio) das intenções de voto, dez pontos percentuais à frente do candidato do PSDB, José Serra, que tem (31,6%). Marina Silva (PV) aparece com 8,5%. Os demais candidatos somam juntos 4,2%, brancos e nulos somaram 3,4% e 10,9% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

. Em um segundo turno entre Dilma e Serra, a petista venceria com 48,3% contra 36,6% das intenções de votos. No cenário simulado com a candidata do PV, a petista venceria com 55,7% contra 23,3% dos votos de Marina. Na simulação entre Serra e Marina, o tucano teria 50% contra 27,8%.

. A pesquisa foi encomendada ao Institudo Sensus pela Confederação Nacional do Transporte. Entre 31 de julho e 2 de agosto, foram entrevistadas 2 mil pessoas, em 136 municípios de 24 estados. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

TSE DECIDE QUE CONTAS DE CAMPANHA PRECISAM ESTAR APROVADAS

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu, nesta terça-feira (3), por maioria, que não basta a apresentação das contas eleitorais para que o candidato obtenha a certidão de quitação eleitoral para concorrer às eleições de outubro deste ano. É também preciso que haja a correspondente aprovação das contas eleitorais.

A decisão foi tomada em julgamento de um processo administrativo que foi retomado nesta noite, após pedido de vista feito pelo ministro Aldir Passarinho Junior na sessão de 1º de julho deste ano.

Inicialmente, o relator, ministro Arnaldo Versiani, entendeu que “para fins de quitação eleitoral, será exigida apenas, além das demais obrigações estabelecidas em lei, a apresentação de contas de campanha eleitoral não podendo ser consideras a eventual desaprovação de contas nas eleições de 2008”.

O ministro Ricardo Lewandowski abriu a divergência, ao afirmar que “embora a literalidade da norma possa levar a essa consideração, a melhor solução passa por um entendimento que leve em consideração a finalidade dos preceitos que regulam essa fase do processo eleitoral”.

Ressaltou que a aceitação da simples apresentação da prestação de contas como requisito para a obtenção da quitação eleitoral esvaziaria por completo o processo de prestação de contas.

A ministra Nancy Andrighi acompanhou a divergência, ao lado do ministro Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e da ministra Cármen Lúcia, na tese que foi a vencedora.

Voto-vista

Na sessão desta terça-feira, o ministro Aldir Passarinho Junior leu seu voto-vista. Lembrou que, com a edição da Lei 12.034/09 foi introduzido o conceito legal de quitação eleitoral, ao modificar o artigo 11, parágrafo 7º da Lei 9504/97, onde diz que “a obtenção da certidão de quitação eleitoral abrangerá exclusivamente a plenitude do gozo dos direitos políticos, o regular exercício do voto, o atendimento a convocações da Justiça Eleitoral para auxiliar os trabalhos relativos ao pleito, a inexistência de multas aplicadas, em caráter definitivo, pela Justiça Eleitoral e não remitidas, e a apresentação de contas de campanha eleitoral”.

O ministro Marcelo Ribeiro também acompanhou o relator. Disse que há duas hipóteses do candidato ser impedido de participar do pleito. A de ser inelegível ou se ele não preencheu alguma condição de elegibilidade. ”A lei é expressa ao dizer que exclusivamente se negará essa certidão de quitação àqueles que não apresentarem contas”, afirmou.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

NOVA SEDE DO TSE

Pela grandiosidade, o palácio espelhado que será a sede do Tribunal Superior Eleitoral ofusca dois vizinhos antes imbatíveis: o Superior Tribunal de Justiça e o Tribunal Superior do Trabalho. Os números realçam um absurdo monumento à ostentação: R$ 357 milhões só para construí-lo. E um valor que nem o próprio TSE sabe estimar em móveis e instalações. No total, mais de meio bilhão de reais. Tudo isso para apenas sete ministros e para funcionar só às terças e quintas. À noite