jmahfus@hotmail.com

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Estudantes chilenos caminham para a radicalização



Camila Vallejo foi derrotada nesta terça-feira (06) na eleição para presidente da Fech (Federação de Estudantes da Universidade do Chile), a entidade mais importante do setor. O novo presidente, o estudante de Direito Gabriel Boric, é ligado aos movimentos sociais chilenos.

“Nossa proposta é construir novos setores políticos. A atual institucionalidade no Chile não tem largura para conter as demandas do movimento estudantil e nossa proposta será de confluir com diversos atores sociais. Não estamos dispostos a seguir delegando nossa vocação transformadora aos políticos de ontem. Chegamos para ficar”, disse Boric. "Não estamos dispostos a seguir delegando nossa vocação transformadora aos políticos de ontem".

O resultado revela um desejo de radicalizar os protestos estudantis em 2012, já que a corrente vencedora rejeita a via parlamentar como espaço de resolução das demandas estudantis, de acordo com analistas ouvidos pelo Opera Mundi.

Nenhum comentário: