jmahfus@hotmail.com

domingo, 25 de dezembro de 2011

Dilma se une ao CNJ, a cidadania e enfrenta STF

Parece que a nossa Presidente resolveu fechar o ano comprando uma briga: não concedeu o aumento aos ministros do STF e com isso, freou o efeito cascata que faria com que as altas castas do serviço público, ganhassem esse presente de natal.

Mas não foi só isso. Internamente, a Presidente está fechada com a Ministra Eliane Calmon e determinou que a AGU se empenhasse em derrubar a liminar concedida pelo Ministro Marco Aurélio, que limita os poderes do CNJ.

Na prática, o que parcela do STF não quer, é que uma meia dúzia de juízes corruptos não sejam expurgados da magistratura, ou melhor, que o ficha-suja só valha para os outros. Vamos aguardar os desdobramentos dessa discussão.

Um comentário:

Anônimo disse...

não esperava outra atitude da amiga e companheira presidenta Dilma. O judiciário brasileiro transformou-se numa casta de representantes da elite corrupta e cheia de privilégios históricos de nosso amado brasil.
januario lima filho