jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

COLUNA DO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Incrível mas o aborto virou tema de uma campanha presidencial. Não que não mereça discussão. Mas desde que séria. Fundamentalismo religioso é a vanguarda do atraso. O Brasil é um estado laico. Respeitado internacionalmente por sua tolerância religiosa. Ressucitar a TFP será o fim do que resta de dignidade ao PSDB. Serra possui sim uma trajetória política que deve ser respeitada. Perder ou ganhar uma eleição faz parte da democracia. Agora, tentar ganhar “utilizando-se do corpo da mulher” é prostituir-se. Sou daqueles que consideram as bases do governo FHC e tenho consciência que Serra está preparado para assumir, mas não gostaria de vê-lo dando impulso ao que de mais retrógrado existe na política, mesmo que não vote nele. A pauta deve ser a modernidade e não a idade média.

...MAS EU VOTO DILMA
Por tudo que escrevi. Seria um retrocesso elegermos Serra e seu discurso medieval e fazermos com que toda a agenda política volte a ser uma política do café-com-leite. Quero mais universidades (Vem,UFSM), mais distribuição de renda e mais solidariedade. Dilma representa a mulher ( a Manuela, a Mariana, a Silvana, a Marta, a Marina...). Votei nela no primeiro turno e no segundo terá não só o meu voto, como meu esforço.

COM QUEM A MARINA VAI?
É certo que ela não vai com Serra. E se decidir ficar neutra, estará beneficiando ainda mais Dilma. Aliás, aposta-se que bastará receber um telefonema de Lula, para desatar-se a chorar. Marina, lá dentro, nunca deixou de ser PT. Apenas afastou-se do partido, por divergir da sua conduta nacional. Como boa cristã, saberá perdoar Lula e não lhe negará um pedido.

CRISE A VISTA
Instalar o gabinete da primeira-dama, é colocar um galão de gasolina no gabinete do prefeito. Não que a D. Jussara não possa e não deva fazer um trabalho social, mas gerará conflitos com o PT. Neiron deverá preparar imediato desembarque.

RETORNO A POLÍTICA
Senti-me honrado pelos convites que recebi, de importantes partidos de nossa esquerda, para ingressar em seus quadros. Antes que a notícia vazasse, achei melhor divulgar aqui. Mas as razões, estritamente pessoais que me fizeram desfiliar-me do antigo partido, ainda permanecem e por isso não aceitei.

ERROS E ACERTOS
Errei em relação à eleição do Marlon, mas por muito pouco. Errei em relação ao Janta (PDT) e ao Padilha (PMDB). No entanto acertei, e há muito tempo atrás o prognóstico em relação à Dilma e mais recentemente ao Tarso. Mas no fim, foram mais erros que acertos. Como sempre, quando resolvemos “palpitar” e escrever.




UNIVERSIDADE ESTADUAL
Estou fazendo parte de um movimento, que cresce a cada dia, para termos de volta o curso de Administração aqui UERGS. A partir dessa semana, procurarei os agentes políticos para que engrossem a nossa mobilização. Assim como está, a tendência será o esvaziamento da unidade.

FIGURINHAS CARIMBADAS
Só espero que as eleições de 2012, por aqui, tragam alguma novidade. Me causa certo desânimo quando leio os nomes que até agora se apresentam para a disputa, como se a sua simples assunção resolvesse todos os nossos problemas. Precisamos de projeto de futuro. E as urnas já sinalizaram isso.

TARSO
Tenho uma grande admiração pelo meu colega. Militamos juntos em algumas frentes. É capaz sim de dar continuidade ao projeto de gestão implementado por Yeda, se bem o conheço. Claro que fazendo adaptações e concessões. Mas por certo, não será nem um pouco parecido com o governo de Olívio.

Nenhum comentário: