jmahfus@hotmail.com

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Governo dos EUA quer carros mais "ecológicos"


A foto tem o intuito de chamar a atenção. Mas as regras do governo Barack Obama para forçar a fabricação de carros mais eficientes e ecológicos sofreu críticas duras dos concessionários de veículos.

"O preço do carro aumentará impedindo que milhões de pessoas comprem carros. Nós já vivemos esse pesadelo e não queremos repeti-lo. Queremos políticas publicas de verdade", disparou Bill Underriner em seu discurso de posse como presidente da NADA (associação dos distribuidores de veículos), em tom de convenção republicana.

Segundo cálculos da NADA, as medidas implicarão em um aumento de US$ 3.000 no preço do carro e 7 milhões de pessoas deixariam de comprar veículos novos.

Sob forte aplauso de uma plateia de concessionários, Underriner exaltou a força da entidade e afirmou que a NADA está preocupada e já iniciou conversas em Washington para barrar as medidas.

De acordo com as regras anunciadas pelo governo, até 2025 o consumo médio dos veículos oferecidos nos EUA, por marca, deve ser de 54,5 milhas por galão (23,17 km/l)

Hoje apenas 2% dos modelos americanos têm esse desempenho. Carros como os elétricos Nissan Leaf e Cheveolet Volt, e os híbridos Ford Fusion Hybrid e Toyota Prius.

"Não somos contra até porque é bom para o consumidor, mas nossa preocupação é o impacto que isso pode ter no preço para o varejo. Há um discurso se que o consumidor terá um ganho em suas vidas ao pagar mais caro por um carro mais ecológico, mas sabemos que não é assim que se vende carro", encerrou.

Nenhum comentário: