jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 27 de junho de 2011

COLUNA DE SEGUNDA NO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Gostaria que na próxima eleição discutíssemos, em Cachoeira do Sul, o futuro. Chega de reviver passado. Não quero ouvir falar em porto, terminal da Petrobrás, fila do SUS e outras demagogias baratas. Quero votar em um projeto consistente. E em meu ponto de vista, isso passa por educação. O que temos feitos, nos últimos trinta anos a esse respeito? Quase nada. Ou muito pouco. Mas não o suficiente e muito menos o máximo. Investimos na atração de Universidades, mas nossas escolas estão muito longe da excelência, ou quem sabe, de uma qualidade substantiva. Educação é futuro. E para isso, é fundamental que tenhamos em nosso paço municipal, alguém interessado em transformar a nossa cidade. E não dela usufruí-la. Ou muito menos, realizar um simples sonho pessoal ou demonstrar capacidade de acumular vitórias. Nossa cidade precisa de mais. E até agora, foi nos dado o mínimo. Educação liberta um povo e mais do que tudo, lhe dá autonomia e conhecimento para progredir. Eu, particularmente, quero isso. Chega de passado. Chega de reviver. Chega de perseguir o que perdemos. Chega de mentir. Chega! Olhar para frente é o que precisamos. E isso só se consegue com uma educação de excelência para as nossas crianças.

ENSINO SUPERIOR
Já temos em nossa cidade duas universidades públicas: uma estadual e uma federal. Agora vamos atrás da UFSM. Já somos pólo. Mas ainda falta concatenar essas conquistas. Estamos sem uma política local que permita que as instituições superiores atuem complementando-se e atraindo para cá, um maior contingente de alunos. Por si só, as universidades, não tem o que fazer.

VILLAVERDE
Estive visitando meu dileto amigo e ex-professor Deputado Adão Villaverde na ALRS. Percebi que procura fazer uma gestão de aprimoramento institucional. Me disse que daqui uns dias visita nossa cidade e se colocou a disposição para ajudar a construir nossos grandes pleitos. Seu gabinete está aberto para a nossa cidade.

GRIPE A
Não é hora para pânico. Mas de atenção aos cuidados de higiene e a necessidade de se fazer a vacina. Acertada estava Eunice Brendler, quando, há trinta dias atrás, liberou para todos, as doses aqui existentes. Prevenir para não remediar.

FUXICOS SOBRE FHC
1) Dois testes de DNA, feitos em São Paulo e em Nova York, revelaram que Tomás Dutra Schmidt, filho da jornalista Miriam Dutra, da TV Globo, não é filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele já o havia reconhecido, em um cartório de Madrid. FHC, diz que é o pai e que o exame tem natureza biológica e não jurídica.
2) Há ainda um outro filho bastardo: Leonardo. Nunca reconhecido por FHC, é filho de uma ex-copeira do ex-presidente. Ambos, ainda trabalham no Senado, mas exercendo modestas funções. Talvez agora, depois deste imbróglio, com o ex-futuro-filho-rico, resolva permitir ao menos, que Leonardo tenha a certeza que FHC é ou não seu pai.

PAULO RENATO
Embora possamos criticá-lo pelo fato de não ter sido um grande apoiador das federais, o gaúcho Paulo Renato, falecido ontem, foi sim um grande Ministro da Educação, em especial pelo ENEM e pela implantação de uma política de avaliação das universidades através de provas e de auditorias consistentes.

DEPUTADOS LOCAIS
Na hora de pedirem votos, o discurso é de que temos que eleger quem é daqui. Pois bem, digamos que sim. Mas por que, nas votações polêmicas, os eleitores locais sequer sabem em que votam “nossos representantes”? Como JOG votou na questão do Código Florestal, p.ex? E Marlon Santos, é a favor ou contra o Pacote de Tarso? Não ouvi uma única palavra deles e nem li, nenhuma linha na imprensa. Por que será?

PERIGO NA ÁREA
Essa serve tanto para gremistas, quanto para colorados. Estão desempregados Cuca, Adilson Batista e Celso Roth. Ao menos de minha parte, grito: FICA RENATO! Mesmo com restrições.

Nenhum comentário: