jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

COLUNA DE SEGUNDA NO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Por aqui minha idéia sempre foi a de opinar e quando se faz isso, agradam-se uns e desagrada-se muitos. É do jogo. Por isso entendo a indignação que muitas vezes é fruto de uma análise fria dos fatos que por aqui ocorrem. Continuo convicto que a reforma administrativa não foi discutida com o PT e que foi mais uma tentativa de limpar a área para 2012 e tentar imprimir na STAS uma política muito mais assistencialista, do que aquela que vinha sendo gestada até então, capitaneada a partir de agora pelo novo gabinete que será instalado. O governo municipal enxerga o seu parceiro, como uma muleta importante, para tentar trazer recursos para cá, mas sendo GG, sempre, o pai da criança.

CARGOS ESTADUAIS
Certo o Neiron em exigir que os cargos estaduais por aqui, sejam ocupados pelos “nativos”. Com isso a política a ser implementada terá muito mais a cara da cidade e em especial, a possibilidade de se conseguir novos dividendos junto ao governo estadual.

SHOW DE PAUL
Excelente o show da semana passada. Mas não me tornei um beatlemaníaco. Aliás, em matéria de shows que já assisti ao vivo, Rolling Stones e U2, que deve estar em POA no ano que vem, foram infinitamente melhores.

PREFEITURÁVEIS
Nossa cidade parece não ter jeito mesmo. Continuamos a discutir nomes, alguns até alienígenas, como possíveis salvadores da pátria. Volto a dizer, que precisamos muito mais de planejamento e projetos consistentes, do que pessoas com capacidade de agradar eleitores ou segmentos. Chega de populismo. Já somos menores que Santa Cruz e daqui a alguns anos, disputaremos espaço com Candelária.

SEGURANÇA PÚBLICA
A vinda de mais delegados para Cachoeira, demonstra o quanto foi feito pela segurança pública, nesse governo que termina. Nessa área, ao menos, com certeza, Yeda deixará muitas saudades.

SALÁRIO DOS MINISTROS
É certo que um Ministro de estado, assim como um secretário de estado, ganham menos que na iniciativa privada. No entanto, após uma passagem pelo executivo, essa mesma pessoa, sai de lá, valorizada em pelo menos vinte vezes. Portanto, há o ônus e o bônus, e não podemos comparar coisas incomparáveis.

FUSÃO DEM E PMDB
Agora vocês talvez entendam uma das muitas razões que me obrigaram a deixar o antigo partido. Essa é uma discussão patrocinada por César e Rodrigo Maia, e já é quase um fato consumado. Sabia disso desde o início do ano. Para mim, ao menos, nesse momento, seria constrangedor.

TRANSPORTE ESCOLAR
Dina está sofrendo acusações, como aquelas em que fez, muitas vezes, em governos anteriores. Inclusive pedindo a cabeça de assessores. Nessa disputa política, interna, entre Dulce e Dina, quem perde são as crianças. Mas ao que parece, a ex-vereadora está convicta de suas ações e pretende apenas resguardar o interesse público. E afiançada por GG.

FERRONY
Acho que nunca troquei mais de cinco palavras com o jornalista. Mal o conheço, portanto. Portanto me sinto isento para achar precipitado pedir a cabeça dele, por que simbolicamente, “velavam” um tucano. É como querer punir algum torcedor, por carregar o caixão do clube adversário. Menos, pessoal. Bem, menos.

GAÚCHOS NO MINISTÉRIO
Nome certo e que só não assumirá se não quiser, é o de Manuela Dávila, já convidada por Dilma a assumir o Ministério da Juventude ou o Ministério dos Esportes, aquecendo-se para a disputa pela prefeitura de POA, quando terá o PT como vice.

PDT
Os trabalhistas estão mais confusos do que nunca. Se aderirem a Tarso, terminam de desaparecer e perderão a prefeitura de POA. Se não aderirem, em razão do apoio a Dilma, ficarão com dificuldade de fazer oposição por aqui. O PT habilmente joga com isso, e a cada dia, diminui mais a sua oferta. Se integrante do PP aceitar secretaria que lhe foi oferecida, Marlon Santos não assumirá como deputado.

PICARETAS
Cachoeira adora ser enganada por falsos “empresários”, falsos “intelectuais” e gente desse tipo. Tenho acompanhado de perto, o surgimento de mais dois, que por aqui, arrodeiam. Com mais dados, divulgarei os nomes.

Nenhum comentário: