jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

COLUNA DE SEGUNDA NO JORNAL DO POVO

ESCREVI E ASSINO EMBAIXO
Um mal que a sociedade precisa combater é a homofobia. Incrível que em SP, por exemplo, grupos, que se dizem nazistas, agridam pessoas em razão de sua opção sexual. Em POA, nessa semana que passou circulou um e-mail coletivo entre estudantes do curso de Medicina da UFCSPA, criticando a eleição de dois estudantes homossexuais para o Centro Acadêmico da Faculdade. No e-mail, enviado por um aluno do 2º ano, dizia: "Está na hora de unirmos forças e, veladamente, fazer o que nos couber para dar fim -pouco a pouco- nesta peste. No momento da consulta médica oferecida pela faculdade de uma “bicha”, ou recuse-se (pelos meios cabíveis em lei), ou trate-os “erroneamente’”!". Vejam que os porta-vozes dessa manifestação são universitários e, portanto, com um certo grau de educação. Citei dois exemplos, apenas. Temos diversos. Mas o estado, continua a ignorar e a não promover políticas de inclusão e um debate mais transparente sobre o tema.

ALIÁS...
... nem falo em SP, mas em Porto Alegre, vê-se a cada dia, com mais freqüências, casais de pessoas de mesmo sexo. Mas o que chama mais a atenção, são que em sua grande maioria, são meninas-adolescentes que assumem publicamente a sua opção. Portanto, é a sociedade quem deve sair do armário e passar a discutir com seriedade o preconceito.

PATRONATO
Na semana que passou, instiguei integrantes da nova reitoria da UERGS a discutir com maior celeridade a cedência da área do patronato, oferecida pelo nosso município. Precisamos, enquanto universidade aproveitar a oportunidade, ou então, de uma vez por todas, desistir da mesma, liberando GG a dar um outro aproveitamento.

LUIZ PAULO
Foi muito concorrida à sessão de autógrafos do prof. Luiz Paulo Germano na Livraria Saraiva. Por lá, ilustres juristas, professores universitários de renome, amigos e familiares. O livro retrata sobre o que chamamos de Direito de Resposta e é fruto de sua tese de doutorado em Direito.

GRÊMIO
Olha, até não torci muito contra o Goiás, pois não sei se teremos estrutura para enfrentar uma Libertadores. Mas que foi bom, foi. E provou-se, mais uma vez que Renato, além de competente treinador, tem uma estrela muito grande.

JULIAN ASSANGE
Pois é, o caso WikiLeaks é o fato mais importante para a democracia neste século, e tem tido quase nenhuma atenção pela mídia brasileira. Retrata sim, em sua plenitude a democracia da informação e não, como se apregoa, a liberdade pseudo-democrática dos grandes meios de comunicação. Os blogs e a internet são sim importantes fontes de disseminação do conhecimento e da informação em sua plenitude.

DERROTA POLÍTICA
Leandro Balardin e Luciano Figueiró impõem uma derrota política sem precedentes em GG, ao apoiar Vasconcelos para a presidência da câmara. Mas o fato mais importante disso, foi que a manobra levou Oscar Sartório de vez para o grupo de oposição.

MORAL DE CUECAS
Quando os deputados proclamam a necessidade de se auto-aumentarem em quase 62%; quando o Judiciário aprova subsídios e aumentam seus vencimentos, mas mantém os penduricalhos; quando o MP cala-se contra as necessidades mais básicas dos cidadãos, por certo que a democracia brasileira, está sim por um fio e a sociedade não tem como acreditar nas instituições.

ACHAQUE AO BOLSO
Vem ai duas contas salgadas para o contribuinte cachoeirense pagar. A primeira será a majoração dos valores do IPTU em razão do levantamento imobiliário. A outra será a taxa de esgoto a ser cobrada em todas as contas, em razão da renovação com a CORSAN. Por certo, a gritaria será geral.

PROVA DA OAB
O alto índice de reprovação na prova da Ordem apenas comprova a falência de nosso modelo de ensino. Temos bacharéis em direito que sequer sabem escrever. Dos mais de 106.000 candidatos apenas um pouco mais de 12.000 foram aprovados - um recorde absoluto de reprovação: 88,08%. Está mais do que na hora, de nós educadores, propormos uma política séria para a educação nesse país.

ÁLCOOL
Vem o final de ano e as festas. Daqui a pouco o Carnaval. Continuaremos incentivando os nossos jovens a beber? Precisamos com urgência reeducar nossos pais, pois quando não são eles, são os seus filhos que morrem ou matam em acidentes de automóveis.

Nenhum comentário: