jmahfus@hotmail.com

quinta-feira, 26 de março de 2009

ESTADO POLICIAL

A advogada da dona da Daslu, Eliana Tranchesi, disse na tarde desta quinta-feira (26) que a prisão da empresária não poderia ter ocorrido neste momento e que é “ilegal”. Por volta das 13h20, Joyce Roysen estava na sede da 2ª Vara Criminal de Guarulhos, na Grande São Paulo, junto com os advogados dos outros condenados no caso para conseguir uma cópia da sentença da juíza local. “Os advogados não têm acesso. A juíza não apareceu no fórum. Só o Ministério Público recebeu a sentença”, afirmou.
Segundo ela, a sentença estava para sair há dez meses, mas a prisão não poderia ter sido decretada porque a decisão é de primeira instância e cabe recurso. Ela conta que Eliana não irá “resistir” à prisão porque está com câncer nos ossos e pulmão. “Ela está com metástase (quando o câncer se espalha) no pulmão e nos ossos. Está em meio a um tratamento quimioterápico bastante sério que, inclusive, não está fazendo muito efeito”, afirmou. A advogada diz que pediu um laudo específico ao médico para incluir no recurso que irá entrar junto à Justiça solicitando a liberdade da empresária. Eliana foi presa em sua residência na capital paulista às 6h.Pura pirotecnia.

Nenhum comentário: