jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 2 de março de 2009

COLUNA JORNAL DO POVO DE 02/03/09

DE OLHO NO RETROVISOR
Julio Mahfus
Podem até não acreditar, mas gosto muito do GG. Ele é uma pessoa de um coração imenso. Solidário. Podem ter certeza que ele quer o bem de nossa cidade e irá fazer das tripas o coração para que tudo saia a contento. Só que ele tinha um plano: eleger-se. Falta agora o plano principal: governar a cidade. Neste ínterim estamos sendo governados pelo PT, até porque são os mais experientes e os mais trabalhadores. E sempre têm um plano, embora nem um candidato pela sigla tivesse. Talvez por isso o clima de beligerância. É da característica petista o enfrentamento.
Sim, beligerância. GG de uns dias para cá resolveu processar a tudo e a todos. Não perde a oportunidade de culpar o antecessor. Requenta denúncias como as diárias do governo passado e o contrato existente entre o município e o Jornal do Povo. Discute o leasing, como se fosse obrigado a continuar com o contrato. Promete toda a semana demitir concursados. Agora ameaçando os que estão em estágio probatório, como se pudesse fazê-lo. Virou o defensor-mor da legalidade, me lembrando muito o PT de antigamente e o PSOL da atualidade. Administra com olho no retrovisor.
Pipa quando assumiu em 1996, herdou quatro folhas atrasadas. Fez a crítica durante a campanha. Ao assumir tratou logo de corrigir isso. E o fez. Aliás, asfaltou ruas e iluminou a cidade. Colocou máquinas no interior e fez diversas obras de infra-estrutura. Foi um bom Prefeito enquanto teve ânimo para isso. Marlon trouxe a Granol, a Grandiesel, a Schmidt. Pagou dívidas históricas como os precatórios cíveis e trabalhistas, na ordem de quatro milhões de reais. Fez concursos públicos. Renegociou a dívida com o HCB, que estava pelas tabelas, além de majorar e pagar os procedimentos, dentre outras coisas boas que fez. Ambos erraram no varejo, assim como GG também errará. São humanos. O maior erro de Marlon e de Pipa foi o de não serem demagogos. Talvez a eles tivesse faltado “remexer as cadeiras” no carnaval e certamente, alguns cronistas desses pagos estariam os elogiando.
Critico o GG para ele ter um contraponto. Porque gosto dele e em especial da minha cidade. E sei que ele tem condições de ser um excelente prefeito, deixando de lado a beligerância e trazendo seu coração de campanha para a sua administração. Se não o fizer, certamente terei me enganado, mas acertado politicamente, por prever que a cada dia que passa o PT do enfrentamento e do udenismo dá sim as cartas no governo. Queremos paz. Queremos que a cidade cresça. Eu quero o Marlon, o Zé Otávio e seja quem mais for candidato, desde que cachoeirenses, independente de partido, ocupando postos importantes no estado e no Brasil. Quero desenvolvimento, pois moro aqui e meus filhos também. E que Deus te ilumine GG. Escrevi e assino embaixo.

Nenhum comentário: