jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 14 de maio de 2012

DIA 20 DE MAIO NÃO VOTE NO REFERENDO ( Coluna do JP )


Dia 20 de Maio fique em casa
Nunca me imaginei participar de uma campanha para que a população não opinasse. Contraria, em tese, o que já escrevi e principalmente, toda a minha luta no movimento estudantil. Mas o voto decorre do sufrágio. E para ser respeitado, como tal, passa por pressupostos legais. Ou seja, o eleitor precisa ser livre. E nesse “referendo” as pessoas poderão ser transportadas, será oferecido almoço para quem votar e até gasolina já estariam oferecendo, condutas todas vedadas pela legislação. Menos aqui. Para mim não importa o resultado. E por três razões. A primeira é que já temos dez vereadores e já vimos que a sobra, não vai para a saúde e nem para a educação como apregoam. Em segundo lugar, a consulta está sendo questionada na justiça e o legislativo está impedido, enquanto pender de recurso, de tomar qualquer decisão. E em terceiro lugar, o que está sendo perguntado é inócuo, até porque SIM é NÃO e NÃO é SIM.  Ou seja, o resultado jurídico, imediato, é nenhum. Os apoiadores da causa do NÃO acabarão tendo que intentar com nova ação se quiserem revogar o que já foi decidido. Ou vocês não sabiam? Hoje a lei orgânica do município diz que teremos 15 vereadores. E isso independe de referendo ou de resultado de consulta. Por isso, ficarei em casa se estiver chovendo. Se o tempo estiver bom apreciarei o desfile da FENARROZ e passearei de bicicleta, como sempre faço. Volto a dizer se percebesse nos organizadores desse movimento, um real interesse no fortalecimento das instituições republicanas e que poderíamos contar com eles, para ampliarmos os direitos dos trabalhadores, tão vilipendiados em nossa cidade, por certo teriam a minha simpatia. Mas infelizmente, não vejo isso. A começar pela forma agressiva como tratam os contrários, tanto nas ruas, como nas redes sociais. Ou seja, de democráticos, só mesmo o discurso para tentar cooptar simpatizantes. E apoiar o SIM, significa dar guarida aos vereadores de hoje, que além de ruins (até por serem só 10), sequer têm coragem de defender o que votaram e a lei orgânica que representam.

Tiro no Pé
Foi assim que enxerguei a passeata do NÃO, que contava na Praça Honorato, com apenas nove pessoas. Além de trancar o trânsito, ajudaram a sujar mais um pouco a cidade com panfletos, que logo depois eram jogados no chão e, também, irritar os motoristas, pelo engarrafamento causado.

Representatividade
A Câmara é o reflexo de uma sociedade. Mas é também reflexo de uma legislação. Com 10 vereadores, um partido ou coligação precisa de 6 000 votos. Quem é que faz essa quantidade de votos? O comum? Não, apenas os “profissionais”. Por isso, nunca a qualidade é o mais importante para montar as nominatas.

Aula Magna
Hoje, estaremos recebendo na UERGS o Secretário de Estado Ivar Pavan. A direção da unidade convida a toda a comunidade cachoeirense, para participar do evento.

Horas-Extras
Executivo diz que não tem pessoal para fiscalizar concessões. Afirma que não consegue controlar (e como autoriza?) empresas que recolhem entulhos e despejam em lixões a céu aberto. Mas como encontra tempo e gente para arrumar problemas com os servidores? 

Praça Honorato
Como é bom e prazeroso ir a uma praça remodelada. Espero que a população, agora, colabore e mantenha-a em ordem.

Lei de Acesso
A lei, sancionada em 18 de novembro do ano passado, regulamenta o acesso a informações públicas e sigilosas.A partir de quarta, quando ela entra em vigor, os órgãos terão prazos definidos para responder aos pedidos, inclusive os de vencimentos.

Meio Ambiente
Pesquisa elaborada em Harvard comprova que aumento de CO2 implica em maior aquecimento global. Começa a cair um dos últimos bastiões dos que argumentam que a queima de combustíveis fósseis não aquece a Terra.










Nenhum comentário: