jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 5 de março de 2012

Coluna de Segunda no Jornal do Povo


Porque frente anti-germano?
O deputado Marlon de todos os erros de uma reunião desastrada, o maior deles foi o de deixar de ser, novamente, o líder da cidade, para ocupar-se de picuinhas eleitorais da aldeia. Errou a mão de tal forma, que se obrigou a dizer publicamente que pensa em jogar fora o voto de 17 mil cachoeirenses, que o elegeram para a assembléia, e voltar à planície. Na política sempre temos adversários. Mas nunca inimigos. Reunir lideranças, para tentar criar uma frente contra alguém, sempre será um erro, ainda mais quando declarado publicamente. Cachoeira precisa somar esforços e precisamos de todos. Ninguém está obrigado a apoiar A ou B e até pode se pensar que A ou B não sirvam a seus propósitos ou pensamentos. O convescote, além disso, serviu para rotular os ausentes, como se Ronaldo, Oscar e Juarez, não tenham o direito de discordar e se apresentar como alternativa ao pleito. A Cachoeira que sonho para todos, não pode ser dividida em Marlon ou Germanos, como pretenderam. Ela deve ser sem donos e não será esse ou aquele que dirá ou dividirá os que aqui vivem, para satisfazerem seus egos. E se os líderes locais se curvarem, a bandeira preta passa sim a ser uma necessidade local. Aliás, me cobrem, a abstenção e o voto nulo serão muito grandes por aqui, se continuarem achando que os eleitores nada mais são que gados marcados por seus donos.

Agronomia
No dia de hoje mais um importante passo na implantação do tão sonhado e batalhado curso, será dado. São cada vez maiores as chances já para 2013. E para isso contamos sim como apoio da prefeitura e da Reitoria. Como disse, somar esforços.

América do Sul
Foi na Hype, lotada, as boas vindas que a instituição deu aos alunos da região. Com cursos cem por cento presencias, o vestibular ocorrerá em Julho e a campanha institucional, comandada pelo Bento Ilha, já está a pleno vapor.

Manuela
Acompanho muito de perto o trabalho da deputada em POA. Com forte apelo popular, principalmente nos bairros periféricos, está sim com a candidatura consolidada. E até agora uma nominata ao legislativo que deverá ter, dentre outros, o bi-campeão mundial de judô João Derly, a presidente da UJS estadual Ticiana Alvarez e o ex-ponta do Inter Fabiano.

Ensino
Que maravilha podermos estar hoje, aqui em nossa cidade comemorando o sucesso da UAB, o crescimento da UERGS e na expectativa da vinda da UFSM. Ensino qualifica o cidadão e faz o pensamento geral de uma cidade, mudar. A ULBRA mostrou isso. E fazer daqui um pólo de ensino será sim à libertação das amarras e o início de um novo marco em nossa cidade.

Serra
Já com trinta por cento nas pesquisas e agora contando com o apoio do PSB paulistano, o eterno candidato presidencial, tem tudo para vencer em SP. Aliás, a rejeição ao PT e o desejo da cidade em contar com a capacidade gerencial de Serra, fazem dele, um candidato quase imbatível. Mas eleição é eleição.

AG e Inter
Nessa novela recheada de intrigas o mais estranho é ver jornalistas que acusaram o PT de mandar a Ford embora, questionar o governador e a presidenta por se empenharem na solução do problema. Quanta incoerência. A copa é dos gaúchos. E que bom que o Internacional consiga honrar o que prometeu. Ganhamos todos.

Ciclovias
Com cada vez mais adeptos, o uso da bicicleta, só será prioridade para os governos, quando os conflitos entre todas as modalidades de transporte, estiver em seu ápice máximo. Mas ainda torço que uma cabeça iluminada, ao menos por aqui, aja com lucidez e não permita que conflitos se estabeleçam, pelo contrário.

Primaveras
Se por aqui tivemos uma primavera incipiente, ela sim existiu e não pode ser negada. Mas não cobrem desses movimentos, teorias substantivas. Eles são compostos e fomentados por adjetivos e é de sua lógica, não estar enquadrado a nenhum segmento ideológico. Mas que são importantes há isso são.

Lei da Anistia
Até que enfim, parece que conseguiremos expor as entranhas de um período podre de nossa história. A democracia por aqui só será forte, se nossos jovens a conhecerem em sua plenitude. E saber como custou caro a liberdade total que eles possuem.

Nenhum comentário: