jmahfus@hotmail.com

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

ANÁLISE DAS PESQUISAS POR CESAR MAIA

O ex-prefeito Cesar Maia, que é economista e especialisa em interpretação de pesquisas eleitorais, avisa que a cada dia aumenta a chance de segundo turno nas eleições para presidente, conforme pesquisa desta quinta-feira. LEIA o texto completo:

1. O Datafolha mostrou o que este Ex-Blog vem dizendo desde início de setembro: haverá um afunilamento, e a probabilidade de segundo turno aumentará a cada dia. Como aqui comentado, a mudança de intenção de voto não se dá por impacto no momento da divulgação de um escândalo. Para quem tinha intenção de votar em Dilma e havia informado e até defendido sua candidatura, a mudança se dará quando ele tiver como justificar sem constrangimento. Começou a ocorrer.

2. A cabeça do eleitor aponta para quatro caminhos:


a) voltar a escolher o Serra, como uns 4 meses atrás;
b) optar pela Marina, como era mais provável, numa espécie de voto higiênico;
c) anular o voto, o que tem um efeito de 50% para a ida ao segundo turno em relação a escolher outro candidato;
d) e escolher entre os candidatos com pequena intenção de voto, como protesto, 'tiriricando' o voto, o que dá no mesmo que escolher Serra, para a ida ao segundo turno.

3. A pesquisa Datafolha mostrou Marina chegando a 13%. Lembre-se que quando Dilma subiu, Marina ficou com um dígito. Portanto, é um crescimento proporcionalmente importante. Marina cresceu no Sudeste, onde já tem16%. Cresceu entre as mulheres, onde tem 14%. A pesquisa mostrou Serra parando de cair e subindo um ponto. E os demais pontuando, 1 ponto somados. Normalmente, as pesquisas de opinião não conseguem pegar o voto de quem tem 1% ou pouco menos. Portanto, é provável que este conjunto tenha mais que 1%, talvez 2%.

4. No Sudeste, no Sul e no Centro-Oeste, já está dando segundo turno. A diferença de 49% para 42% é aparentemente de 7 pontos. Mas havendo troca entre candidatos é na verdade de 3,5 pontos: o que perdendo Dilma, ganhariam os demais. Portanto, se Serra crescer 1 ponto, Marina 2 pontos e os demais meio ponto, a situação seria de segundo turno.

5. Para este Ex-Blog -repetindo o que já disse aqui- Dilma não passará dos 45%. Vem aí uma estressante apuração de votos no dia 3.

Nenhum comentário: