jmahfus@hotmail.com

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

OPERAÇÃO SOLIDÁRIA

Hoje à tarde o Gaúcha Repórter ouviu o juiz federal Guilherme Pinho Machado, que atua na Vara Cível. Ele afirmou que encontrou indícios de relação entre a Operação Solidária, que investigou fraude na merenda escolar na cidade, e possíveis irregularidades na Universidade Luterana do Brasil. A descoberta veio das escutas telefônicas da Solidária. Um agente público com foro privilegiado - ao que tudo indica, um deputado federal - interferiu na decisão do Conselho Nacional de Assistência Social que garantiu imunidade tributária à Ulbra. O diálogo será encaminhado ao Procurador Geral da República na semana que vem. Além disso reiterou que existem mais dois deputados estaduais que podem sofrer investigação. Pelo jeito, não vai sobrar muita gente.

Um comentário:

Elaine dos Santos disse...

Lembra da letra daquela música: "se gritar pega...., não fica um, meu irmão"???? Isto virou o samba do crioulo doido (ou seria do branco safado?).
abçs :)