jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 13 de abril de 2009

UNIPAMPA ( Coluna publicada no JP do dia 13 de abril)

Sinto-me muito à vontade em escrever sobre a possibilidade de termos uma universidade federal em Cachoeira do Sul. Primeiro porque fui um dos primeiros a defender a vinda da Uergs através das páginas do JP, em 1999. Em segundo lugar porque não sou motivado por nenhum interesse particular, pelo contrário, até em razão da minha participação junto à Faculdade América do Sul. Em terceiro lugar, na Prefeitura, movi montanhas para que o projeto da UAB, encabeçado pela Rosane Brendler, vingasse e fosse viabilizado. Por último, sou professor concursado, duas vezes, e não poderia lecionar em tão prestimosa instituição.
Não podemos esquecer que uma cidade só será grande se efetivamente tivermos educação de qualidade. Não se trata aqui de enterrar a Ulbra. Pelo contrário. A vinda de uma instituição pública com diversos cursos de graduação poderia ajudar na atração de novos alunos para cá, alavancando aquela instituição privada. Além disso, é muito melhor que atrair indústrias ou até que construir presídios, inobstante o fato de continuar defendendo a ideia. Penso 24 horas por dia em desenvolvimento e em atração de investimentos para a nossa cidade.
A Unipampa foi criada com a finalidade de propiciar ensino público e gratuito com qualidade acadêmica para a metade sul do estado. E com ensino presencial. Apenas alguns poucos relembravam nas conversas a necessidade de buscarmos esta alternativa para Cachoeira. Mas a crença no privado em detrimento do público ainda cegava muitas pessoas como se fossem opções alternativas, e não complementares. Pois bem, hoje temos campi espalhados por Itaqui, São Borja, Bagé, Uruguaiana, Livramento, Dom Pedrito, Jaguarão, Caçapava, São Gabriel e Alegrete. Por que não em Cachoeira do Sul?
Está na hora de nos mobilizarmos pela vinda da Unipampa. O Governo Federal tem chancelado todos os pedidos comunitários. Se não o fizermos, deixamos de ter um aporte muito grande de investimentos por aqui. Quero aproveitar este espaço para convocar o deputado José Otávio a participar desta empreitada. Em um momento em que está em posição de destaque na política nacional, quando assume nesta terça a presidência da Comissão Mista de Infra-estrutura, é fundamental que o mesmo se engaje nesta empreitada, que não é minha, não é de um grupo e nem será dele, mas sim de toda a sociedade cachoeirense. Escrevi e assino embaixo.

Nenhum comentário: