jmahfus@hotmail.com

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

ADÃO PATRÃO


No início do ano, um grupo de pessoas resolveu lançar um dos maiores cartunistas do Brasil e natural de Cachoeira do Sul, como patrono da Feira do Livro. O nome dele é Adão Iturrusgarai, o Adãozinho. Pessoa muito querida para os seus contemporâneos e alguém que atravessou a Ponte do Fandango e fez sucesso mundial, usando apenas a sua inteligência. Essa foi a primeira vez, que a sociedade civil organizou-se e apresentou um nome para ser patrono da feira, através de uma petição pública, que colheu assinaturas de intelectuais locais, estaduais e inclusive nacionais.

Muitos foram os interesses que moveram aquelas pessoas; nenhum de interesse econômico ou de figurar na mídia. Mas por certo que o maior deles, foi o de homenagear um intelectual com raízes locais e que possibilitasse mexer um pouco com a estrutura conservadora, não só do evento, mas principalmente da cidade. Claro, que naquele momento, foram informados, que um nome para a feira de 2011 já estava escolhido. Não havia outra escolha, qual não fosse a de aceitar. Mas deixaram claro que mobilizar-se-iam para a Feira de 2012, com ações virtuais e até presenciais, durante a edição desse ano.

Nesse período, matérias em jornais circularam. Mas muitas vozes, como não poderia deixar de acontecer, manifestaram a sua contrariedade, classificando a obra do Adãozinho como pornográfica. O grupo, no entanto, agregou novos parceiros e a mobilização continua acontecendo, principalmente na esfera privada, através do contato direto com as pessoas.

Particularmente, tenho a convicção que o staff do Núcleo de Cultura Municipal, não dará as costas a essa indicação, que antes de ser representativa em número, é representativa do ponto de vista da qualidade intelectual dos signátários e de sua representação na sociedade. Seria uma lástima, que o preconceito ou o simples desafio de uma indicação da sociedade, vencesse a modernidade e em especial a capacidade de indignação que sempre deve mover os intelectuais .Por isso, quando virem no twitter a hashtag #ADÃOPATRÃO, saberão que a luta ainda continua.

Nenhum comentário: