jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

COLUNA NO JORNAL DO POVO

O MAL DA CORRUPÇÃO
Sou obrigado a concordar com Lenin, quando em o Estado e a Revolução, fez severas críticas a democracia formal-burguesa. Mas o faço por uma ótica um pouco diversa daquela que hoje norteia a crítica à classe política, jogando-lhe a culpa pela corrupção que assola o país. Não é acabando com a democracia que acabaremos com a roubalheira. As ditaduras, todas elas, inclusive a militar, no Brasil, enriqueceram muita gente. E são em sua essência, corruptas. O que precisamos fazer é criar mecanismos que inibam e punam os corruptos. Dos dois lados. O processo político, a forma como se dá a liberação de recursos, através de emendas, por exemplo, são males que precisam ser logo extirpados do processo. Assim como a forma de financiamento das campanhas. Pondero, por exemplo, há tempos que o Senado é uma casa desnecessária. Por aí, diminuiríamos, em muito, o gargalo. Mas nesse momento de crise institucional, precisamos aplaudir a Presidenta que tem agido com rigor no combate a corrupção, não poupando sequer os seus companheiros, em detrimento, daquilo que os pseudo-democratas denominam de maioria parlamentar, e que no fundo impulsiona o locupletamento do dinheiro público em favor do privado.
BRIGAS NO PP
Não convidem para sentarem-se juntos, os deputados federais Jerônimo Goergen e José Otávio. Depois das reportagens de ZH, sobre o DETRAN, o deputado cachoeirense perdeu o posto de vice-líder para Jerônimo, com a queda da liderança do partido na Câmara Federal.
JOG EM CACHOEIRA?
Com a expectativa de tornar-se líder do PP, mais longe, cai por terra o motivo alegado para JOG não concorrer a prefeito aqui na cidade. Com quase trinta mil votos na última eleição e com o apoio de grande parte do empresariado, torna-se um fortíssimo candidato, ainda mais se Oscar Sartório aceitar ser o seu vice.
O FANTASMA VERMELHO
As elites cachoeirenses, procuram desesperadamente um candidato viável. Até GG, sem o PT, serve, caso JOG efetivamente não possa aceitar esse desafio. O fantasma de ter Neiron Viegas, prefeito, agora é real e acendeu a luz amarela.
CRIME AMBIENTAL
A notícia da vinda da UFSM tirou de foco o erro cometido pelo secretário de obras em depositar animais no Lixão, que está interditado. O chamado “necrochorume” é letal no que tange a contaminação do lençol freático. MP não vai deixar barato.

UERGS
Embora devamos comemorar a vinda da UFSM, também não podemos esquecer-nos da “prima pobre”. Na semana passada, a Universidade, no fórum de áreas, indicou a necessidade da criação do curso de Agronomia. Em breve, poderemos ter, o tão sonhado vestibular, por aqui. E enfim, parte do Patronato, já cedido pelo GG, terá, novamente, um fim educacional.
CONSUN-UFSM
Só existe uma forma, agora da UFSM, não ser nossa: apresentarem um projeto físico não compatível para os conselheiros e que estes tenham dúvidas de que o recurso rubricado não seja o suficiente. Nada de comemorações barulhentas e a necessidade sim, de conversar bem de perto com o reitor para traçar estratégias.
OBRAS
Tem sido uma decepção a gestão das obras em nossa cidade. Entra secretário e sai secretário e nada muda. Pautados pelos vereadores (que adoram tirar fotos em buracos????) ficam atendendo pequenas demandas, sem realizarem um projeto de longo prazo. Assim, não tem recursos que cheguem a tempo.
ASSASSINATOS
O brutal assassinato da juíza no RJ deve ser combatido com vigor. Mas não podemos nos esquecer dos policiais, civis (estaduais e federais) e militares, que também são executados. Como são em maior número, deixam de ser notícia.





Nenhum comentário: