jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 18 de julho de 2011

COLUNA DE SEGUNDA NO JORNAL DO POVO

Escrevi e assino embaixo

O mérito da mobilização popular pela UFSM é de muitos. É do GG, é da comissão pró-UFSM. Mas, é sim, em especial, da Mariana Carlos. Foi ela quem agregou os jovens ao processo ou visitando escolas ou movimentando as redes sociais. E isso ninguém tira dela. Muito embora a inveja de alguns correligionários seus e de muitos outros que simplesmente não acreditaram que seria possível mobilizar tanta gente. O que eu mais gostei, no entanto, foi que em nenhum momento ela se valeu da oportunidade para capitalizar-se partidariamente ou politicamente. Pelo contrário, democratizou o espaço e oportunizou que novas lideranças surgissem como as que eu nomeio em outro tópico. É isso que faz dela uma liderança em ascensão. Sem ranços e sem rótulos. Ela em nenhum momento constrangeu-se com as críticas ou com ódio destilado. Fez desta tarefa a sua missão. Por isso o sucesso da empreitada. De minha parte, obrigado, Mariana, pelo teu denodo e por dedicar todos esses dias para a consecução de um sonho que acalentamos há tanto tempo.

Passeata
Foi linda a passeata. Estão todos de parabéns. Mas aqui temos que ressaltar, também, o trabalho da Andréa Soares, da Luciana Canto, Maycon Douglas, Emanuelly Vargas e Mário Santos. Fizeram a diferença.

Caspani
A presença do Dr. Julio César Caspani na mobilização pela UFSM demonstrou o desprendimento que caracteriza os verdadeiros líderes. Uma lição para os jovens e um orgulho para todos os cachoeirenses.

Uma pergunta
Se a UFSM não vier, a culpa será da Dilma? Sim? Então se ela vier, os méritos serão dela e do PT, PSB e PCdoB? Exatamente isso que traduz as questões levantadas. Culpa de um, mérito apenas de um. Nada de ônus individual e bônus coletivo.

Caps AD
1. O meu colega Armando Fialho Fagundes por muito tempo lutou para que tivéssemos um Caps em nossa cidade. GG, junto com a Eunice Brendler, que é grande surpresa positiva do governo GG, colocou em prática essa demanda.
2. Na sexta, em audiência pública comandada por Miriam Marroni, Marlon Santos e Zilá Breitenbach, rasgaram-se em elogios à política de prevenção que a nossa cidade possui. Como cachoeirenses devemos ter orgulho de termos aqui o que muitas cidades sonham em possuir. Está aí um gol que GG precisa aprender a comemorar, ainda mais se a emenda do JOG vingar.

A Água é Nossa
Parece que o tuitaço, as colunas e os debates públicos como um todo fizeram com que as lideranças locais percebessem o quão nefasto seria entregarmos a distribuição de água à iniciativa privada, pura e simplesmente. Agora a maioria defende o controle público ou pela Corsan ou pelo Município.

Área do porto
Ronaldo Tonet vai entregar para Beto Albuquerque um pedido para que seja assinada o quanto antes a cessão de uso do porto de Cachoeira do Sul da União para o Estado. Há 12 empresas aguardando espaço na área. A demora prejudica muito o desenvolvimento de Cachoeira. Um empreendimento industrial leva, no mínimo, ano e meio para começar a operar. Cada dia perdido significa menos progresso para a cidade.

Apês populares
Foi lindo ver a emoção das pessoas contempladas. Ginásio lotado e as pessoas aplaudindo aqueles que foram contemplados. Um belo exemplo de cidadania. Está de parabéns a Stas, a sua equipe, o governo federal e o empresário Carlos Nazário, que empreendeu o projeto.

A crise no PR
Se Hideraldo Caron cair em razão das denúncias feitas pelo PR, a relação entre os dois partidos irá azedar ainda mais em Brasília, mas principalmente no RS. Isso inclusive poderá trazer implicações no processo de nomeação de Oscar Sartório (PR) para cargo junto ao governo do RS.

Mensalão
Ouvi lá nos corredores do STF que parte da corte entende que o crime de formação de quadrilha será declarado prescrito, eis que o prazo é de oito anos. Vai dar pano para manga.

Nenhum comentário: