jmahfus@hotmail.com

quinta-feira, 20 de março de 2008

CORSAN

O Municipio de Cachoeira do Sul, já há algum tempo vem discutindo a possibilidade de afastar a CORSAN do gerenciamento do sistema de água e esgoto, assumindo para si a tarefa. Decreto de Intervenção, Decreto instaurando Processo Admnistrativo para verificar nulidade do contrato, já foram publicados. O último decreto teve por escopo detrminar a nulidade do contrato, assinado pela gestão anterior, ao apagar das luzes, sem licitação e sem autorização legislativa. Na segunda-feira expira o prazo da atuação da companhia na referida cidade. No dia de hoje, no entanto, a CORSAN ingressou com medida cautelar inominada para sustar os efeitos do decreto. Se não conseguir a liminar, deverá recorrer as instâncias superiores. A água é um bem de todos e os lucros conseguidos com a sua distribuição devem ser aplicados exclusivamente nas cidades em que estes recursos foram auferidos.

Nenhum comentário: