jmahfus@hotmail.com

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Por uma cidade moderna


Era isso que eu gostaria de ver ser debatido nessas eleições. Que o debate fosse progressista, e não demagógico. Não aguento ouvir falarem o tempo todo em atrair indústrias, resolver o problema da saúde (sic) e asfaltar vias. É o mesmo discurso do tempo do Honorato de Souza Santos. Por isso a cidade não avança. São demagógicos e conservadores. Querem que as coisas fiquem como estão. Olhem a educação. Só discutem. Mas só isso basta? E o acesso à tecnologia? E o aprimoramento de nossos educadores? O que está sendo proposto em gestão de recursos hídricos? Não vivemos à margem de um rio? Continuaremos não tendo nenhuma política pública consistente na área da mediação de conflitos, envolvendo a segurança pública? E na área do entretenimento, continuaremos fechando ruas e incentivando os jovens a beberem nos postos de gasolina? E para os idosos, nada? E as mulheres? E as crianças? São tantas as coisas que precisam ser feitas... Inovação é a palavra de ordem. Modernidade, o nosso horizonte... Acho tudo o que se discute importante, mas não é só isso que precisamos. Precisamos mais e melhor. E essa era uma discussão que precisava estar na pauta nessas eleições. Mas, se não está, não é só por culpa dos candidatos. É da população, que não questiona. E é também da imprensa, que, para vender anúncios, só tem olhos para os problemas imediatos e não possui capacidade de propor discussões mais aprofundadas. Daqui a quatro anos, por certo, a pauta será a mesma. 
VadiasO que significa uma mulher “vadia”? Exatamente o conceito arraigado de machismo perpetuado em nossa sociedade. Ou seja, mulher independente, que não gosta de apanhar do marido, que tem opinião própria, que vota livremente ou que quer ser votada, por certo, será chamada de vadia.
Porto AlegreSe não chegar ao segundo turno, é muito forte dentro do PT a posição de não apoiar Manuela. Na verdade, a ideia é manterem-se “neutros” (torcendo por Fortunatti). Com isso, no entanto, desagradarão PCdoB e PSB. 
ComerciáriosOs supermercados não estão obrigados a fechar todos os domingos à tarde. Basta apenas que paguem hora extra a seus funcionários. A partir de agora, acabou-se, ao menos em duas tardes dominicais, a exploração desmedida contra os trabalhadores. Parabéns à equipe do sindicato.
Caminhão-som
Chama a atenção na cidade caminhão de determinado candidato a prefeito que sempre está com o som desligado. Por certo é uma nova estratégia de marketing, eis que os jingles de todos são deprimentes. 
JornaisNessa eleição não há apoio explícito a nenhum candidato. Mas às vezes dá a entender que ambos torcem pela derrota de um. Mas deve ser apenas impressão.
InternetEm recente pesquisa, 72% dos entrevistados disseram não ter assistido aos programas eleitorais de TV e 62% buscam na internet informações sobre os candidatos. Por aqui, apenas um se deu conta disso.
UergsComo professor da Uergs, quero agradecer ao Julinho, ao Marcelo, ao Oscar, ao Neiron, a Mariana, ao Figueiró, ao Balardin, ao Valdocir, ao Vasconcelos e ao Paixão pelo apoio emprestado à doação da área do Patronato. Entram, sim, para a história da concretização do curso de Agronomia, junto com GG, Tonet e equipe.
SugestãoSe eu fosse candidato, ao invés de plaquinhas, colocaria “cestos de lixo seco”esparramados pela cidade, contribuindo com isso com a limpeza da mesma. Fica a dica.
SaúdeSó espero, sinceramente, que o próximo prefeito seja um bom gestor do sistema e o aprimore. Porque tenho convicção de que a secretária Eunice Brendler e a sua equipe fazem, sim, um bom trabalho na sua pasta e, portanto, não há terra arrasada.

Nenhum comentário: